Bellucci ganha jogo de estreia em duplas em Hamburgo

Se a fase em simples não está nada boa - foi eliminado na estreia e deve sair até do top 100 do ranking mundial da ATP na próxima semana -, Thomaz Bellucci não tem do que reclamar do seu momento jogando em duplas. Depois do título em Stuttgart, no último domingo, com o argentino Facundo Bagnis, o brasileiro estreou nesta quarta-feira com vitória no Torneio de Hamburgo, um ATP 500 realizado em quadras de saibro na Alemanha.

AE, Agência Estado

17 de julho de 2013 | 13h05

Ao lado do francês Benoit Paire, Bellucci ganhou da dupla formada pelo austríaco Julian Knowle e pelo sueco Robert Lindstedt por 2 sets a 0, com um duplo 6/3. Com a vitória sobre os cabeças de chave número 4, Bellucci e Paire enfrentam agora, pelas quartas de final, a parceria feita pelo checo Lukas Dlouhy e pelo eslovaco Martin Klizan.

Já pela chave de simples, alguns favoritos avançaram nesta quarta às oitavas de final. O alemão Tommy Haas, segundo pré-classificado, teve trabalho para ganhar do esloveno Blaz Kavcic por 2 sets a 1 - com parciais de 6/1, 4/6 e 6/4. Seu próximo adversário será o argentino Carlos Berlocq, que bateu Martin Klizan também por 2 a 1 - parciais de 4/6, 6/1 e 7/6 (8/6).

Com mais facilidade, o argentino Juan Monaco, cabeça de chave número 5, passou pelo francês Gael Monfils com um duplo 6/4. Nas oitavas, terá pela frente Benoit Paire, que na terça havia eliminado o espanhol Albert Montañes.

Outro tenista da Argentina classificado é Federico Delbonis, que surpreendeu ao ganhar do espanhol Tommy Robredo, cabeça 10 do torneio, por 2 sets a 1 - com parciais de 6/1, 4/6 e 6/4. Nas oitavas, jogará contra o russo Dmitry Tursunov.

Algoz de Bellucci na primeira rodada, o espanhol Marcel Granollers fez mais uma vítima em Hamburgo. Derrotou o italiano Andreas Seppi, sexto pré-classificado, por 2 sets a 1 (6/2, 1/6 e 6/1) e agora enfrentará o outro rival da Itália - Fabio Fognini, que bateu o também espanhol Albert Ramos por 6/1 e 6/3.

Também avançaram os espanhóis Feliciano López, cabeça 11, e Guillermo García-López. O primeiro passou pelo alemão Jan-Lennard Struff (7/5 e 6/3) e o segundo ganhou do russo Mikhail Youzhny por 2 sets a 1 - com parciais de 6/3, 6/7 (3/7) e 6/2.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.