Geoff Burke/USA TODAY Sports
Geoff Burke/USA TODAY Sports

Bellucci lamenta set points desperdiçados em estreia no US Open

Brasil não tem mais representantes na competição

Estadão Conteúdo

29 de agosto de 2016 | 22h30

Três dos tenistas que defendem o Brasil nas chaves principais do US Open, Thomaz Bellucci, Rogério Dutra Silva e Guilherme Clezar se despediram da competição de forma precoce, nesta segunda-feira. Número 1 do Brasil, Bellucci foi quem teve mais chances de vencer na rodada de abertura. Contra o russo Andrey Kuznetsov, salvou três match points e até teve set points no quarto set, que acabou definindo a partida.

"Queria poder ter imprimido um volume de jogo maior para não deixar ele crescer na partida. Mentalmente, seria importante ter vencido o quarto set", comentou Bellucci, derrotado por 3 sets a 1, com parciais de 6/4, 3/6, 6/1 e 7/6 (8/6).

"Lutei até o fim e se eu tivesse conseguido aproveitar os set points do quarto set, talvez o quinto set estaria mais para o meu lado", lamentou o tenista número 1 do Brasil, que ainda jogará em duplas com Marcelo Demoliner no US Open.

Rogerinho, por sua vez, teve mais dificuldade. Afinal estreou logo contra o croata Marin Cilic, campeão da competição norte-americana em 2014. Sem oferecer maior resistência, o brasileiro foi eliminado em três sets.

"Comecei muito bem no jogo, com um break no primeiro game. Depois, ele passou a sacar e devolver muito bem e isso acabou fazendo a diferença. No segundo set não comecei tão bem, consegui me recuperar, mas acabou escapando o set. Apesar da derrota, acho que fiz um bom jogo contra um Top 10 e isso me dá mais confiança para seguir trabalhando", avaliou o brasileiro.

Já Guilherme Clezar evitou lamentar a queda. Ele preferiu valorizar a chance de disputar a chave principal de um Grand Slam pela primeira vez na carreira. "Infelizmente não rendi o esperado hoje, mas ficam as boas atuações no quali, o meu primeiro 'main draw' de um Grand Slam e a certeza de seguir evoluindo para poder voltar mais vezes", disse o brasileiro, eliminado pelo suíço Marco Chiudinelli por 2/6, 7/6 (8/6), 6/2 e 6/4.

Sem o trio da chave masculina, o Brasil tem agora somente um representante de simples no US Open. Teliana Pereira fará sua estreia nesta terça, contra a espanhola Carla Suárez Navarro, atual 12ª colocada do ranking. "Será um jogo duríssimo, mas quero entrar em quadra e fazer o meu melhor. Quero aproveitar essa chance para evoluir para os próximos torneios", disse a brasileira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.