Bellucci vence Ljubicic e avança às oitavas em Paris

Vitória por 3 sets a 0 foi um dos resultados mais expressivos da carreira do brasileiro

Agência Estado

29 de maio de 2010 | 12h29

Vibração. Vitória de Bellucci valeu uma vaga para as oitavas de final

 

PARIS - O brasileiro Thomaz Bellucci conseguiu um dos mais expressivos resultados de sua carreira, neste sábado, 29, ao derrotar o croata Ivan Ljubicic por 3 sets a 0, com parciais de 7/6 (7/4), 6/2 e 6/4, e garantir uma vaga nas oitavas de final de Roland Garros, em Paris.

Para avançar às quartas, no entanto, Bellucci precisará se superar ainda mais. Seu próximo adversário pode ser Rafael Nadal, segundo tenista do ranking e maior jogador em quadras de saibro da atualidade. Ainda neste sábado, o espanhol encara o australiano Lleyton Hewitt. O brasileiro enfrentou Nadal apenas uma vez, justamente em Roland Garros, em 2008, e perdeu por 3 sets a 0.

Na partida deste sábado, Bellucci e Ljubicic, 16.º do ranking, começaram o jogo de maneira irregular. Depois de quebrar o serviço do adversário logo no primeiro game, o brasileiro sofreu a virada e o croata abriu 5/4. Mas o 29.º do ranking quebrou novamente o saque, empatou o confronto e venceu no tie-break.

No set seguinte, o brasileiro voltou mais incisivo e não deu chances a Ljubicic. O panorama parecia o mesmo no terceiro set, quando Bellucci abriu 4/1. Ljubicic, no entanto, reagiu. E depois de empatar em 4/4, caiu novamente de rendimento, facilitando para que o paulista fechasse o confronto.

Bellucci teve atuação muito consistente neste sábado, conquistando 42 winners - contra apenas 20 do rival - e sete aces, além de aproveitar sete das 13 oportunidades que teve de quebra. Mesmo que perca nas oitavas, Bellucci deve subir consideravelmente no ranking.

Ao derrotar o espanhol Pablo Andujar no dia anterior, o brasileiro já havia conquistado o seu melhor desempenho em um Grand Slam - nunca havia anteriormente avançado à terceira rodada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.