Bellucci vence na estreia no Masters de Paris e vai pegar Djokovic

Brasileiro bate Gabashvili, russo que ocupa o 50.º, por 2 sets a 0

Estadão Conteúdo

02 de novembro de 2015 | 10h57

Depois de quatro eliminações seguidas em estreias, Thomaz Bellucci finalmente voltou a vencer. Abrindo o Masters 1000 de Paris nesta segunda-feira, o brasileiro enfrentou o veterano Teymuraz Gabashvili, russo que ocupa o 50.º lugar do ranking mundial, e venceu por 2 sets a 0, com duplo 6/4.

Inicialmente estava previsto que Bellucci estrearia contra o alemão Philipp Kohlschreiber, rival que acabou desistindo de disputar o torneio. Terceiro cabeça de chave do qualifying, o russo de 30 anos acabou chamado como "luck looser" ("derrotado sortudo", em tradução literal) e não resistiu ao brasileiro.

A alegria de Bellucci, que nesta segunda-feira aparece como 40.º do ranking mundial, entretanto, deve durar pouco. Ele vai enfrentar na segunda rodada o melhor do mundo Novak Djokovic. O sérvio busca, em Paris, alcançar o feito inédito de alcançar a final de todos os torneios da série Masters 1000 que jogou na temporada. Em todo o ano, aliás, só uma vez Djokovic não chegou à decisão - foi em Doha (Catar), logo no início do ano.

O confronto será o quarto de Bellucci contra um Top10 nos seus últimos sete jogos. Ele foi eliminado pelo britânico Andy Murray (então terceiro do ranking) no US Open, encarou o espanhol David Ferrer (sétimo) na estreia do ATP 500 de Pequim e o canadense Milos Raonic (novo) na primeira rodada do Masters 1000 de Xangai. Em Viena perdeu para o francês Gael Monfils (21.º) e em Valência para o alemão Mischa Zverev (215.º).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.