Claudio Reyes/EFE - 05/02/2010
Claudio Reyes/EFE - 05/02/2010

Bellucci vence Schwank e vai à semifinal em Santiago

Agora, número 1 do Brasil espera o vencedor do confronto entre o favorito Fernando González e Granollers

AE, Agencia Estado

05 de fevereiro de 2010 | 22h02

O brasileiro Thomaz Bellucci confirmou o favoritismo nesta sexta-feira e garantiu vaga nas semifinais do Torneio de Santiago. Ele superou o argentino Eduardo Schwank por 2 sets a 0, com duplo 6/4, em 1h17min de partida.

Agora, o número 1 do Brasil espera o vencedor do confronto entre o favorito Fernando González e o espanhol Marcel Granollers, que se enfrentam ainda nesta sexta. "São dois jogadores muito bons", avaliou Bellucci, prevendo dificuldade na semifinal.

Cabeça de chave número 3, o brasileiro fez sua melhor partida no torneio desde a estreia. Ao contrário dos jogos anteriores, não cedeu nenhum set ao rival e mostrou maior consistência nos diferentes fundamentos.

Assim, liderou o placar praticamente o jogo inteiro, sem dar nenhuma chance de quebra ao argentino, 79.º do ranking. Bellucci saiu na frente ao obter uma quebra logo no início do primeiro set. Em seguida, confirmou seus serviços com autoridade, exibindo 94% de aproveitamento nos pontos quando jogou com o primeiro saque.

A segunda parcial foi mais equilibrada. Contudo, o brasileiro seguiu em grande ritmo, sem dar chances ao adversário. Ele foi eficiente no saque mais uma vez e faturou uma quebra na única oportunidade cedida por Schwank para abrir vantagem e encaminhar a vitória.

Bellucci não foi o único brasileiro a avançar à semifinal. Mais cedo, João Souza, o Feijão, derrotou o espanhol Alberto Martin também por 2 a 0. Feijão terá pela frente agora o argentino Juan Monaco, cabeça de chave número 2 e especialista em saibro.

Monaco, número 29 do mundo, sofreu para eliminar o australiano Peter Luczak, por 2 sets a 1, parciais de 6/4, 3/6 e 6/3, em quase duas horas de partida.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.