Berdych e Del Potro avançam à 3ª rodada em Wimbledon

Depois das inesperadas eliminações de Rafael Nadal e Roger Federer, este último atual campeão derrotado na quarta-feira, o quarto dia de disputas da chave masculina de Wimbledon já contou com a passagem de dois dos principais cabeças de chave do Grand Slam inglês para a terceira rodada da competição. O checo Tomas Berdych e o argentino Juan Martín del Potro, respectivos sétimo e oitavo pré-classificados, seguiram em frente em Londres com vitórias por 3 sets a 0.

AE, Agência Estado

27 de junho de 2013 | 11h52

Berdych derrotou o alemão Daniel Brands com parciais de 7/6 (8/6), 6/4 e 6/2, enquanto Del Potro passou pelo canadense Jesse Levine por 6/2, 7/6 (9/7) e 6/3. Com isso, o tenista checo se credenciou para enfrentar na próxima fase o sul-africano Kevin Anderson, que nesta quinta bateu o polonês Michal Przysiezny, também por 3 a 0, com 6/4, 7/6 (7/2) e 6/4.

Já o tenista sul-americano, que tenta emplacar uma boa campanha em Wimbledon depois de ter ficado fora da edição passada de Roland Garros por causa de uma virose que atrapalhou sua condição física, pegará na terceira rodada o vencedor da partida entre o búlgaro Grigor Dimitrov e o esloveno Grega Zemlja, também prevista para ser encerrada neste dia de duelos na capital inglesa.

Outros dois tenistas que já asseguraram classificação à terceira rodada nesta quinta-feira foram o australiano Bernard Tomic e o italiano Andreas Seppi. O primeiro deles bateu o norte-americano James Blake por 3 sets a 0, com 6/3, 6/4 e 7/5. Já o jogador da Itália, 23.º cabeça de chave, contou com a desistência do francês Michael Llodra após ganhar o primeiro set por 7/5.

O próximo rival de Tomic sairá do duelo entre o francês Richard Gasquet e o japonês Go Soeda. Já Seppi medirá forças com o vencedor da partida entre o argentino Leonardo Mayer e o japonês Kei Nishikori. Os dois duelos também estão previstos para serem encerrados nesta quinta.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.