Berdych e Raonic triunfam e fazem final na Tailândia

Cabeça de chave número 1, o checo Tomas Berdych, sexto colocado no ranking da ATP, precisou de quase três horas para chegar à final do Torneio de Bangcoc, na Tailândia, ao derrotar neste sábado o francês Gilles Simon, número 14 do mundo, por 2 sets a 1, com parciais de 6/7 (5/7), 6/2 e 7/5.

AE-AP, Agência Estado

28 de setembro de 2013 | 10h30

Ele vai enfrentar na decisão o canadense Milos Raonic, que também avançou com uma virada. O número 11 do mundo derrotou o francês Richard Gasquet, nono colocado no ranking da ATP e atual campeão do torneio tailandês, por 2 sets a 1, com parciais de 3/6, 7/5 e 6/4.

Neste sábado, Simon salvou quatro set points no décimo game do primeiro set e perdia por 5/3 no tie-break, mas venceu os quatro pontos seguintes para vencer a parcial inicial. Depois, porém, Berdych reagiu. O checo abriu 3/0 no segundo set e conseguiu uma quebra de serviço fundamental no 11º game da parcial decisiva. O checo chegou a estar perdendo o game seguinte por 40/0, mas se recuperou e venceu.

Assim, se classificou para a sua terceira final neste ano - ele perdeu todas as anteriores. "Com Gilles, você sabe que vai ser longo, como é o seu jogo", disse Berdych. "Ele gosta de jogar longos ralis, e eu estava tentando lidar com isso hoje, o último game foi muito longo, muito duro, mas o meu saque me ajudou a terminá-lo".

Na outra semifinal, Raonic, conhecido pelo seu potente saque, fez 23 aces, mas sofreu com o excesso de erros não-forçados no primeiro set, vencido por Gasquet. No segundo, ele quebrou o serviço do francês no 12º game para empatar o jogo e depois converteu outro break point na terceira parcial para triunfar.

Foi outra partida equilibrada entre os dois, depois de Raonic desperdiçar um match point antes de perder para Gasquet em cinco sets nas oitavas de final do US Open neste ano. "Ele estava jogando muito bem", disse Raonic. "Ele não cometeu muitos erros. Eu disse a mim mesmo que tinha que me concentrar no meu primeiro serviço".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.