Berdych vê favoritismo checo contra Argentina na Davis

Tomas Berdych assumiu que a República Checa atuará como favorita diante da Argentina em confronto válido pela semifinal da Copa Davis, entre sexta-feira e domingo, em Praga. O atual tenista número 5 do mundo lembrou que a equipe do seu país terá a vantagem de jogar em casa, no piso de sua preferência, além de contar com seus melhores jogadores à disposição para este embate.

AE-AP, Agência Estado

10 de setembro de 2013 | 15h01

Para completar, a Argentina estará sem o seu principal jogador, Juan Martín del Potro, atual sétimo colocado do ranking mundial. "Somos os favoritos", admitiu Berdych. "Jogamos em casa, em uma superfície (piso duro) que nos agrada. Temos o público local que nos ajuda muito e o time mais forte possível", completou.

Atual campeã da Davis, a República Checa também terá em Radek Stepanek outro tenista que chegará com moral ao duelo diante dos argentinos. Embora hoje seja apenas o jogador número 61 do ranking mundial, ele conquistou neste domingo, ao lado do indiano Leander Paes, o título do torneio de duplas masculinas do US Open.

Embora Lukas Rosol e Jiri Vesely tenham sido convocados para defender os checos diante da Argentina, é bem provável que Berdych e Stepanek atuem juntos no duelo de duplas de sábado, assim como ocorreu na final da Davis do ano passado, contra a Espanha.

Sem Del Potro, que optou por não defender a sua nação nesta edição da Copa Davis, a Argentina teve Juan Monaco, Carlos Berlocq, Horacio Zeballos e Leonardo Mayer convocados para este duelo semifinal diante dos checos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.