CBT/Divulgação
CBT/Divulgação

Bia, Clezar e Monteiro caem e Brasil não terá tenistas em simples no US Open

Tênis brasileiro estará presente em Nova York nos eventos de duplas com Marcelo Melo, Bruno Soares e Marcelo Demoliner

Estadão Conteúdo

23 Agosto 2018 | 22h34

O Brasil não terá representantes nas chaves de simples do US Open. Nesta quinta-feira, Beatriz Haddad Maia, Guilherme Clezar e Thiago Monteiro entraram em quadra pela segunda rodada do qualifying, se juntando a Rogério Dutra Silva, que havia perdido logo na primeira rodada do qualificatório.

Única representante do Brasil no qualifying feminino do Grand Slam nova-iorquino, Bia Haddad, a 132ª colocada no ranking, encarou a canadense Françoise Abanda, a número 210 do mundo, e perdeu por 2 sets a 0, com parciais de 7/6 (7/3) e 6/3, em 1 hora e 43 minutos.

Número 204 do mundo, Clezar sucumbiu após 2 horas e 58 minutos. O brasileiro perdeu para o italiano Lorenzo Sonego, o 117º colocado no ranking da ATP, por 2 sets a 1, com parciais de 7/5, 5/7 e 6/3. Sonego, assim, eliminou mais um tenista do País em Nova York, pois havia derrotado Rogério Dutra Silva em sua estreia no qualificatório.

Monteiro, o número 119 do mundo, teve pela frente o francês Calvin Hemery, o 189º colocado no ranking, e foi batido por 2 sets a 0, com parciais de 7/6 (7/5) e 6/3, em 1 hora e 33 minutos.

Apesar não ter representantes na chave de simples do US Open, o tênis brasileiro estará presente em Nova York nos eventos de duplas com Marcelo Melo, Bruno Soares e Marcelo Demoliner.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.