JASON CAIRNDUFF /Action Images via Reuters
JASON CAIRNDUFF /Action Images via Reuters

Bia Haddad é campeã com Zhang e faz dobradinha no WTA 250 de Nottingham

Após conquistar título individual neste domingo, brasileira repete o feito e fatura o troféu nas duplas, mas avisa que não participará do WTA 250 em Birmingham

Redação, Estadão Conteúdo

12 de junho de 2022 | 16h08

Bia Haddad Maia encerrou na tarde deste domingo uma semana mais do que inesquecível para sua carreira. Horas após ganhar o WTA 250 de Nottingham no simples, a brasileira também faturou o torneio nas duplas ao lado da chinesa Zhang Shuai. Bia e Zhang venceram a americana Caroline Dolehide e a romena Monica Niculescu por 2 sets a 0 neste domingo, com parciais de 7/6 (7/2) e 6/3. Com isso, a brasileira conquistou o título nas duas categorias na grama, dando sequência a uma grande temporada.

Após a vitória em um longo jogo no simples contra a americana Alison Riske, Bia Haddad Maia confirmou que desistirá das disputas de duplas do WTA 250 em Birmingham. Ela jogaria com Anna Danilina. Contudo, o jogo pelo simples diante de Petra Kvitova no torneio segue agendado após o desempenho em Nottingham.

Bia agradeceu muito à companheira do título e voltou a exaltar a torcida brasileira que teve neste domingo. "Não acho que já tive uma semana melhor do que está em minha carreira. Obrigado por compartilhar este momento comigo, você é uma ótima tenista, todos viram isso hoje. Você também é uma pessoa incrível, espero que possamos jogar mais vezes juntas", afirmou.

VITÓRIA NO SIMPLES

Bia Haddad Maia conquistou o maior título de sua carreira na manhã deste domingo. A brasileira fez história ao vencer a americana Alison Riske, número 40 do mundo, por 2 sets a 1 e conquistou o WTA 250 de Nottingham, na Inglaterra. Este é o primeiro título da carreira da brasileira, que se torna a primeira tenista do país a conquistar um título no circuito desde Teliana Pereira, em 2015. As parciais da partida foram 6/4, 1/6 e 6/3.

Bia também é a primeira brasileira a vencer um título na grama na era aberta, após Maria Esther Bueno, em 1968. A tenista mostra que chegará forte para a disputa do WTA de Birmingham e também para as disputas em Wimbledon. Número 48 do ranking, a brasileira entrará no Top 40 com o título.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.