Leonardo Muñoz/EFE
Leonardo Muñoz/EFE

Bia Haddad leva virada e perde de norte-americana nas semifinais em Bogotá

Brasileira começa bem, mas perde em duas horas e 40 minutos para Amanda Anisimova

Redação, Estadão Conteúdo

13 de abril de 2019 | 16h38

A brasileira Beatriz Haddad Maia foi eliminada nas semifinais do Torneio de Bogotá. Neste sábado, a número 165 do mundo deixou o evento colombiano ao perder de virada para a norte-americana Amanda Anisimova, 76ª colocada no ranking da WTA, por 2 sets s 1, com parciais de 4/6, 7/6 (7/2) e 6/2, em 2 horas e 40 minutos.

Este foi o sexto jogo de Bia Haddad nas semana em Bogotá, pois a brasileira precisou passar pelo qualifying para participar da chave principal do evento. E acabou sucumbindo diante da norte-americana de 17 anos, que agora vai disputar a primeira decisão da sua carreira.

Bia Haddad teve problemas no seu saque neste sábado, tanto que cometeu 12 duplas faltas, nove a mais do que a sua adversária. Além disso, fez dois aces, três a menos do que a sua rival. A brasileira teve o saque ameaçado 17 vezes e o perdeu quatro vezes. E converteu três de oito break points.

No primeiro set, as tenistas trocaram quebras de serviço no terceiro e quarto games, mas Bia Haddad conseguiu mais uma, no quinto, depois definindo o triunfo em 6/4. Já na segunda parcial, a brasileira não conseguiu ameaçar o saque de Anisimova, que precisou receber atendimento médico por causa de dores no joelho. Bia Haddad até salvou os seis break points da oponente, mas perdeu o tie-break, o que forçou a realização do terceiro set.

No desempate, a norte-americana abriu 4/1 com duas quebras de saque, encaminhando o seu triunfo. Bia Haddad recebeu atendimento médico por causa de dores no ombro, devolveu uma das quebras, no sexto game, mas perdeu o seu saque na sequência. No oitavo game, no serviço de Anisimova, chegou a abrir 4/0, mas desperdiçou cinco break points e levou a virada, sacramentando a sua eliminação nas semifinais do Torneio de Bogotá.

EM LUGANO

No outro evento da WTA realizado nesta semana, a polonesa Iga Swiatek, de 17 anos e atual campeã juvenil de Wimbledon, se garantiu na primeira decisão no circuito da sua carreira ao massacrar a checa Kristyna Pliskova por 6/0 e 6/1, neste sábado, pelas semifinais do Torneio de Lugano, em apenas 54 minutos.

O evento suíço é apenas o terceiro torneio da WTA da carreira de Swiataek, a número 115 do mundo - ela entrará no Top 100 da lista na atualização de segunda-feira. Sua rival na decisão será a eslovena Polona Hercog, número 89 do mundo e que não fatura um título desde 2012. Neste sábado, ela derrotou a francesa Fiona Ferro por 7/5 e 6/4.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.