Tiago Queiroz/Estadão
Tiago Queiroz/Estadão

Bia Haddad Maia ganha 11 posições no ranking da WTA e sonha com volta ao Top 100

Tenista sobe na lista após boa fazer campanha no Torneio de Monterrey, no México

Redação, Estadão Conteúdo

08 de abril de 2019 | 10h30

Em maio de 2018, antes de passar por uma cirurgia nas costas que a deixou de fora do circuito profissional por cerca de três meses, a tenista brasileira Beatriz Haddad Maia ocupava a 58.ª colocação do ranking da WTA, a sua melhor da carreira. Quase um ano depois, prejudicada pela perda de pontos decorrente da sua recuperação, a paulista entre nesta semana na 165.ª posição, em um ganho de 11 lugares na lista atualizada nesta segunda-feira. Seu sonho é voltar ao Top 100.

A subida no ranking se deve à campanha que teve no Torneio de Monterrey, no México. Bia Haddad conseguiu vencer três vezes pelo qualifying e entrou na chave principal, onde caiu na primeira rodada para a francesa Kristina Mladenovic. Nesta semana, a brasileira que está a 265 pontos da japonesa Misaki Doi, a atual 100.ª colocada do mundo, está jogando no saibro de Bogotá, na Colômbia.

Entre as 10 primeiras colocadas da WTA, a única mudança foi a subida da ucraniana Elina Svitolina da sétima para a sexta colocação, ultrapassando a holandesa Kiki Bertens. A japonesa Naomi Osaka segue na liderança, com uma vantagem de 185 pontos para a romena Simona Halep, a segunda colocada. As checas Petra Kvitova e Karolina Pliskova vêm logo atrás.

Campeã em Charleston, nos Estados Unidos, a norte-americana pulou da 18.ª para a 14.ª posição. Um pouco à frente, em 12.º, está a dinamarquesa Caroline Wozniacki, derrotada pela tenista local na decisão. A outra vencedora desta semana, em Monterrey, no México, foi a espanhola Garbiñe Muguruza, que segue na 19.ª colocação.

MASCULINO

Em uma semana de pouca movimentação no ranking da ATP, apenas com a disputa de torneios em nível challenger, a liderança segue com o sérvio Novak Djokovic, com o espanhol Rafael Nadal, o alemão Alexander Zverev e o suíço Roger Federer na sequência.

A primeira mudança no Top 100 foi a subida do japonês Yoshihito Nishioka da 66.ª para a 64.ª posição. Quem mais galgou colocações foi o norte-americano Tennys Sandgren, que ganhou 12 lugares e está agora em 81.º.

Os brasileiros praticamente ficaram na mesma. Atual número 1 do País, o cearense Thiago Monteiro conseguiu ganhar um lugar na lista e agora é o 111.º do mundo. Segundo, o paulista Rogério Silva se manteve na 158.ª colocação.

Confira o ranking da WTA:

1.ª - Naomi Osaka (JAP) - 5.967 pontos

2.ª - Simona Halep (ROM) - 5.782

3.ª - Petra Kvitova (RCH) - 5.645

4.ª - Karolina Pliskova (RCH) - 5.580

5.ª - Angelique Kerber (ALE) - 5.220

6.ª - Elina Svitolina (UCR) - 5.020

7.ª - Kiki Bertens (HOL) - 4.640

8.ª - Sloane Stephens (EUA) - 4.386

9.ª - Ashleigh Barty (AUS) - 4.275

10.ª - Aryna Sabalenka (BIE) - 3.595

11.ª - Serena Williams (EUA) - 3.461

12.ª - Caroline Wozniacki (DIN) - 3.421

13.ª - Anastasija Sevastova (LET) - 3.145

14.ª - Madison Keys (EUA) - 3.011

15.ª - Anett Kontaveit (EST) - 2.845

16.ª - Qiang Wang (CHN) - 2.812

17.ª - Elise Mertens (BEL) - 2.800

18.ª - Julia Goerges (ALE) - 2.630

19.ª - Garbiñe Muguruza (ESP) - 2.525

20.ª - Belinda Bencic (SUI) - 2.515

165.ª - Beatriz Haddad Maia (BRA) - 350

355.ª - Carolina Alves Meligeni (BRA) - 115

442.ª - Gabriela Cé (BRA) - 69

447.ª - Luisa Stefani (BRA) - 66


Confira o ranking da ATP:


1.º - Novak Djokovic (SER) - 11.070 pontos

2.º - Rafael Nadal (ESP) - 8.725

3.º - Alexander Zverev (ALE) - 6.040

4.º - Roger Federer (SUI) - 5.590

5.º - Dominic Thiem (AUT) - 4.765

6.º - Kei Nishikori (JAP) - 4.200

7.º - Kevin Anderson (AFS) - 4.115

8.º - Stefanos Tsitsipas (GRE) - 3.240

9.º - Juan Martín Del Potro (ARG) - 3.225

10.º - John Isner (EUA) - 3.085

11.º - Marin Cilic (CRO) - 3.015

12.º - Karen Khachanov (RUS) - 2.810

13.º - Borna Coric (CRO) - 2.345

14.º - Daniil Medvedev (RUS) - 2.295

15.º - Milos Raonic (CAN) - 2.140

16.º - Marco Cecchinato (ITA) - 2.021

17.º - Nikoloz Basilashvili (GEO) - 1.930

18.º - Fabio Fognini (ITA) - 1.885

19.º - Gaël Monfils (FRA) - 1.875

20.º - Denis Shapovalov (CAN) - 1.820

111.º - Thiago Monteiro (BRA) - 524

158.º - Rogério Dutra Silva (BRA) - 338

226.º - Thomaz Bellucci (BRA) - 216

245.º - Guilherme Clézar (BRA) - 186

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.