Divulgação / FFT
Divulgação / FFT

Bia Haddad vence de virada em estreia na temporada de grama, em preparação para Wimbledon

Tenista número 1 do Brasil derrota a chinesa Qiang Wang e se classifica às oitavas de final do Torneio de Nottingham

Redação, Estadão Conteúdo

07 de junho de 2022 | 15h10

Finalizada a gira europeia de saibro, Beatriz Haddad Maia estreou nesta terça-feira na curta temporada de grama do circuito, no Torneio de Nottingham, na Inglaterra. Em preparação para Wimbledon, no fim do mês, a tenista brasileira venceu, de virada, a chinesa Qiang Wang, por 2 sets a 1, com parciais de 5/7, 6/4 e 6/3, em 2h21min de confronto.

Número 1 do Brasil e 48ª do mundo, Bia avançou às oitavas de final após superar a 146ª do ranking. Sua próxima adversária na competição, de nível WTA 250, será a britânica Yuriko Lily Miyazaki, 225ª do mundo, que eliminou na estreia a polonesa Magdalena Frech por 6/4, 1/6 e 6/1.

Bia também vai competir nas duplas no torneio britânico. Ela vai formar parceria com a chinesa Shuai Zhang. O Torneio de Nottingham serve de preparação para Wimbledon, o terceiro Grand Slam da temporada, marcado para começar no dia 27 deste mês.

A rodada de abertura da competição inglesa contou com vitória de quase todas as favoritas. A começar pelo triunfo da grega Maria Sakkari, cabeça de chave número 1, sobre a colombiana Maria Camila Osorio Serrano por 6/2 e 6/3. Nas oitavas, a favorita vai encarar a canadense Rebecca Marino, que eliminou a local Eden Silva por duplo 6/4.

Já a local Emma Raducanu segue com dificuldades para emplacar boas sequências de vitórias desde que venceu o US Open do ano passado. Em casa, ela abandonou no primeiro set contra a suíça Viktorija Golubic, que vencia por 4/3.As demais cabeças de chave confirmaram o favoritismo. A italiana Camila Giorgi (3ª) bateu a local Sonay Kartal por 6/4 e 6/3, enquanto a chinesa Shuai Zhang (4ª) superou a espanhola Cristina Bucsa por 7/6 (7/4) e 6/3. E a polonesa Magda Linette (8ª) despachou a compatriota Katarzyna Kawa por 7/6 (7/4) e 6/2.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.