Morgan Sette/Reuters
Morgan Sette/Reuters

Com vaga de 'lucky-loser', Bia Haddad perde na 1ª rodada e cai em Madri

Número 1 do Brasil não aproveita chance e acaba derrotada pela eslovena Tamara Zidansek por 2 sets a 0

Redação, Estadão Conteúdo

28 de abril de 2022 | 12h46

Beatriz Haddad Maia não conseguiu aproveitar sua segunda chance no WTA 1000 de Madri, nesta quinta-feira. A tenista número 1 do Brasil foi derrotada pela eslovena Tamara Zidansek por 2 sets a 0, com parciais de 6/2 e 6/3, em 1h23min de confronto no saibro da competição espanhola.

Era a segunda chance de Bia porque ela havia sido eliminada na segunda rodada do qualifying, a fase classificatória da competição. Mesmo assim, entrou na chave principal como "lucky-loser", aquele tenista que obtém a vaga por ser o melhor ranqueado entre os perdedores da última rodada do quali, após desistências na disputa principal.

Diante da número 24 do ranking da WTA, Bia não conseguiu fazer valer a boa fase no circuito. Sem imprimir seu ritmo em quadra, até obteve a primeira quebra de saque do jogo, mas viu a adversária europeia devolver a quebra e obter mais duas para fechar o primeiro set.

No segundo, a brasileira chegou a ter esperanças ao buscar o empate em 3/3 na parcial, após sair levando 3/0. Porém, novamente Zidansek fez valer sua superioridade nos golpes. Fechou o set e o jogo, garantindo vaga na segunda rodada. Agora ela enfrentará a experiente belarussa Victoria Azarenka.

A ex-número 1 do mundo venceu na estreia a suíça Viktorija Golubic por 7/6 (7/5) e 6/3. Entre as demais favoritas, a espanhola Paula Badosa, atual número dois do mundo, superou a russa Veronika Kudermetova por 6/3 e 6/0, enquanto a ex-líder do ranking Simona Halep despachou a chinesa Shuai Zhang por 6/2 e 6/3. Badosa e a romena vão se enfrentar na segunda rodada.

Também avançaram a suíça Belinda Bencic (11ª cabeça de chave), campeã olímpica em Tóquio, a tunisiana Ons Jabeur (8ª), e a americana CoCo Gauff (14ª).

BRASILEIRO VENCE NAS DUPLAS

No masculino, o brasileiro Rafael Matos venceu mais uma na chave de duplas do Torneio de Munique, na Alemanha. Ele e o espanhol David Vega Hernández superaram o experiente indiano Rohan Bopanna e o holandês Matwe Middelkoop, que eram cabeças de chave número quatro, por 6/3 e 6/4.

Na semifinal, Matos e Vega vão enfrentar o francês Fabrice Martin e o casaque Andrey Golubev, que avançaram também nesta quinta ao superarem os sérvios Ivan Sabanov e Matej Sabanov por 6/3 e 7/5.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.