Tatyana Zenkovich/ EFE
Tatyana Zenkovich/ EFE

Bielo-Rússia e EUA terminam empatados o primeiro dia da decisão da Fed Cup

Na primeira partida, a norte-americana CoCo Vandeweghe calou a torcida ao despachar Aliaksandra Sasnovich

Estadao Conteudo

11 Novembro 2017 | 14h18

O primeiro dia da decisão da Fed Cup terminou empatado. Em Minsk, a Bielo-Rússia saiu atrás no placar, mas buscou a igualdade na segunda partida e deixou a briga pelo título da principal disputa feminina por país do tênis em aberto para o domingo, quando o campeão de 2017 será conhecido.

+ Hyeon Chung faz final de torneio para jovens destaques da ATP

+ Em recuperação de lesão, Nadal projeta estar '100% em forma' para o ATP Finals

No primeiro jogo da final, a norte-americana CoCo Vandeweghe não teve maiores dificuldades para confirmar seu favoritismo e calar a torcida da casa. Em apenas 1h31min, a número 10 do mundo despachou Aliaksandra Sasnovich por 2 sets a 0, com duplo 6/4.

Embalada pelo vice-campeonato na China, na semana passada, Vandeweghe entrou dominante em quadra e impôs seu ritmo. Ela confirmou quatro das sete oportunidades de quebra que teve e não deu qualquer chance para a adversária, número 87 do ranking.

O resultado colocou Aryna Sabalenka sob pressão para a segunda partida, mas a bielo-russa respondeu bem e surpreendeu a favorita Sloane Stephens para deixar a disputa em igualdade. Em duas horas, a anfitriã levou a melhor por 2 sets a 1, com parciais de 6/3, 3/6 e 6/4.

Número 78 do mundo, Sabalenka superou o dia irregular no serviço para levar a melhor e confirmou seis das 13 oportunidades de quebra a seu favor para despachar Stephens, 13.ª colocada no ranking e atual campeã do US Open.

Com os resultados, o duelo está aberto para o domingo, quando a ordem dos confrontos se invertem: Vandeweghe pegará Sabalenka e Stephens encara Sasnovich. No mesmo dia, o duelo de duplas encerra a disputa melhor de cinco: Vera Lapko e Lidziya Marozava contra Alison Riske e Shelby Rogers.

Mais conteúdo sobre:
Fed Cup tênis

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.