Boris Becker é condenado a prisão

O ex-tenista Boris Becker foi condenado nesta quinta-feira a dois anos de prisão por um tribunal alemão por sonegação de impostos. Três vezes campeão de Wimbledon, Becker foi considerado culpado no processo que apurava a sonegação de U$ 1,7 milhão em impostos entre os anos de 91 e 93. O ex-jogador poderá cumprir a pena em liberdade, mas terá de pagar multa de cerca de U$ 500 mil - destes, U$ 200 mil deverão ser destinados a entidades de assistência e caridade. Becker, de 34 anos, se sentiu aliviado com a sentença, já que a promotoria pedia a pena de três anos e meio de prisão, em regime fechado. ?Estou livre e isso é o mais importante. Estou feliz e aliviado por ver o fim deste pesadelo?, disse Becker, que decidiu não apelar da decisão.O ex-tenista alegava no processo que não deveria recolher impostos na Alemanha porque vivia em Mônaco. A procuradoria demonstrou, no entanto, que apesar de ter Mônaco como domicílio oficial, Becker, efetivamente, morava em Munique neste período.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.