AFP
AFP

Brasil enfrentará a Croácia para continuar na elite da Copa Davis

Em casa, Brasil poderá escolher locais dos jogos e tipo de piso

Estadão Conteúdo

21 de julho de 2015 | 09h29

O Brasil soube nesta terça-feira qual será seu próximo adversário na Copa Davis. Trata-se da Croácia, que foi definida como rival por meio de sorteio que determinou os confrontos dos playoffs para o Grupo Mundial da competição, marcados para acontecer entre os dias 18 e 20 de setembro.

Embora os croatas atuem como favoritos pelo próprio fato de possuírem três tenistas que figuram hoje no Top 40 do ranking mundial, entre eles Marin Cilic, hoje nono colocado da ATP, o Brasil terá a vantagem de atuar em casa, onde poderá escolher o local do embate e tipo de piso da melhor de cinco jogos do confronto entre os dois países. Ivo Karlovic, 23º colocado da ATP, e Borna Coric, 36º, são os outros dois tenistas mais bem ranqueados da Croácia atualmente.

O duelo será em solo brasileiro pelo fato de que o último e único confronto entre as duas nações na Davis ocorreu na Croácia, em 2008, onde os anfitriões venceram por 4 a 1. Naquela ocasião, o time nacional só conseguiu levar a melhor nas duplas, com Marcelo Melo e André Sá, enquanto Thomaz Bellucci e Thiago Alves foram derrotados nas partidas de simples.

Os duplistas, por sinal, são a grande arma dos brasileiros neste embate diante dos croatas, pois Marcelo Melo, atual terceiro colocado do ranking de duplas e campeão de Roland Garros, e Bruno Soares, hoje 16º do mundo, estão se destacando no circuito profissional.

Já se for levado em conta o ranking de simples, Bellucci, 41º colocado da ATP, e João Souza, o Feijão, o 88º, deverão ser escalados pelo capitão João Zwetsch para as partidas de sexta e domingo do confronto entre brasileiros e croatas em setembro.

Com este panorama, o Brasil precisará bater o rival europeu para se manter na elite da Davis e não ser rebaixado para a segunda divisão da competição. Superado pela Argentina, em Buenos Aires, na primeira rodada do Grupo Mundial de 2015, o País agora disputa os playoffs para poder abrir 2016 no primeiro escalão da competição.

OUTROS CONFRONTOS

Outros sete duelos dos playoffs para o Grupo Mundial da Davis foram definidos por meio de sorteio nesta terça-feira. Em um deles, a atual campeã Suíça, de Roger Federer e Stan Wawrinka, jogará em casa diante da Holanda, depois de ter encarado a rival anteriormente em 2012, em Amsterdã, também pelos playoffs.

Já a República Checa, três vezes campeã da competição, terá pela frente a Índia, fora de casa, enquanto a Itália, semifinalista no ano passado, também precisará viajar para encarar a Rússia. Os Estados Unidos, por sua vez, são outra nação que jogará longe de seus domínios, contra o Usbequistão, na luta por um lugar no Grupo Mundial.

Colômbia, República Dominicana e Polônia, que enfrentarão respectivamente Japão, Alemanha e Eslováquia, são os outros países que terão a vantagem de atuar em casa nos playoffs para o Grupo Mundial da Davis.

Também entre 18 e 20 de setembro, a competição contará com as semifinais do Grupo Mundial de 2015. A Grã-Bretanha, de Andy Murray, atuará como mandante diante da Austrália, enquanto a Argentina atuará diante da Bélgica, fora de casa.

CONFIRA OS CONFRONTOS

Brasil x Croácia

Índia x República Tcheca

Suíça x Holanda

Rússia x Itália

Usbequistão x Estados Unidos

Colômbia x Japão

República Dominicana x Alemanha

Polônia x Eslováquia

Tudo o que sabemos sobre:
tênisCopa DavisBrasilCroácia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.