Arquivo/AE
Arquivo/AE

Brasil enfrentará dominicanos ou uruguaios pela Copa Davis

Equipe precisa vencer no Zonal Americano para voltar a disputar a repescagem do Grupo Mundial do torneio

AE, Agencia Estado

23 de setembro de 2009 | 09h19

O Brasil não deve ter dificuldades para voltar à repescagem do Grupo Mundial da Copa Davis em 2010. Nesta quarta-feira, o sorteio das chaves do Zonal 1 Americano colocou os brasileiros em situação confortável: para retornar à disputa por uma vaga na elite, a equipe precisará passar pelo vencedor do duelo entre Uruguai e República Dominicana, dois rivais considerados fáceis.

Veja também:

linkKirmayr questiona futuro do tênis brasileiro  

linkCopa Davis coloca Federer no caminho de Nadal

especialTodas as notícias sobre a Copa Davis 

Os brasileiros, como era esperado, não precisarão disputar a primeira rodada. Assim, só voltarão a jogar pela Davis entre 7 e 9 de maio, na fase decisiva do Zonal. Uma vitória contra dominicanos ou uruguaios significará nova chance de voltar à elite - os brasileiros não disputam o Grupo Mundial desde 2003.

No retrospecto contra os uruguaios, o Brasil leva vantagem de 7 a 1. Como o último confronto aconteceu no país vizinho, em 2005, a equipe comandada pelo capitão Chico Costa terá o privilégio de jogar em casa. O duelo contra a República Dominicana seria inédito, e por isso a sede do confronto seria definida por sorteio.

Também pelo Zonal 1 Americano, a Colômbia enfrentará o Canadá, em confronto que colocará o vencedor na repescagem do Grupo Mundial. Fugir dos canadenses era a prioridade da equipe brasileira, pois o duelo aconteceria fora de casa, e o rival é considerado perigoso.

Tudo o que sabemos sobre:
tênisCopa DavisCBT

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.