Ernesto González/Fed Cup
Ernesto González/Fed Cup

Brasil ganha da Argentina e joga final de Zonal da Fed Cup contra o Paraguai

Vitória foi conquistada de virada graças ao talento de Bia Haddad Maia

Estadão Conteúdo

09 de fevereiro de 2018 | 23h50

O tênis feminino do Brasil está na final do Zonal Americano I da Fed Cup, a versão para mulheres da Copa Davis. Nesta sexta-feira, a equipe comandada por Beatriz Haddad Maia, atual número 59 do mundo, ganhou de virada da Argentina por 2 a 1 e ficou com a primeira colocação do Grupo B. Neste sábado, enfrentará o Paraguai, que joga em casa, nas quadras de saibro do Club Internacional de Tênis de Assunção, para decidir quem jogará em abril os playoffs do Grupo Mundial II.

+ Thiago Monteiro bate Gael Monfils e avança pela 1ª vez à semi de um ATP

A vitória nesta sexta-feira veio graças ao talento de Bia Haddad Maia. No primeiro jogo do dia, Nathaly Kurata, 429.ª colocada no ranking mundial da WTA, perdeu para a experiente Paula Ormaechea por 2 sets a 0, com parciais de 7/5 e 6/0. A virada começou com o triunfo de Bia sobre Catalina Pella, 300.ª do mundo, por 2 a 1 - parciais de 6/2, 4/6 e 6/4, em 2 horas e 31 minutos.

Mesmo cansada, Bia Haddad Maia entrou em quadra pouco de uma hora depois para o jogo decisivo de duplas. Com Luisa Stefani, derrotou a parceria argentina formada por Catalina Pella e Maria Irigoyen por 2 sets a 1 - com parciais de 6/1, 3/6 e 6/2 - e definiu o confronto em favor das brasileiras.

Nesta primeira fase, o Brasil venceu a Venezuela e a Argentina por 2 a 1, além de marcarem um 3 a 0 contra a rebaixada Guatemala. Bia Haddad Maia ganhou os seus três jogos de simples, além de vencer os dois de duplas que fez ao lado de Luísa Stefani.

Anfitriãs da competição, as paraguaias lideraram uma chave com Chile e Colômbia e tiveram um dia de descanso antes da final, já que a delegação de Porto Rico pediu dispensa da competição. O time paraguaio é formado por Veronica Cepde Royg, que está em 84.º lugar no ranking da ATP, por Montserrat Gonzalez (366.ª) e pelas jovens Camila Campiz e Lara Escauriza.

Esta foi a primeira vez que o Brasil venceu a Argentina em um confronto de Fed Cup. Até então, as brasileiras haviam perdido os quatro duelos anteriores, inclusive nos últimos dois anos. As argentinas também levaram a melhor nos anos de 1991 e 2007.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.