Divulgação
Divulgação

Brasil inicia treinos na República Dominicana para duelo da Davis

Confronto que começa na sexta-feira é válido pelo Zonal Americano I

Estadão Conteúdo

29 Janeiro 2018 | 18h38

De olho na volta ao Grupo Mundial da Copa Davis, a equipe brasileira comandada pelo capitão João Zwetsch terá neste final de semana o seu primeiro desafio pelo Zonal Americano I. Já em Santo Domingo para o confronto contra a República Dominicana, os tenistas brasileiros já realizaram os primeiros treinamentos nas quadras rápidas do Club Deportivo Naco, onde serão disputados os jogos nos dias 2 e 3 de fevereiro.

+ Com negativa de Bellucci e Rogerinho, capitão da Davis testa novidades

"Foi nosso primeiro treino em Santo Domingo, chegamos com bastante antecedência para nos adaptarmos bem às condições. Choveu um pouco, está um pouco úmido e a quadra é um pouco mais rápida do que esperávamos, mas acho que estamos bem preparados. Conseguimos fazer dois períodos bons de treino", afirmou Thiago Monteiro, que tem o melhor ranking de simples (117.º lugar) entre os atletas convocados.

Além de Thiago Monteiro, João Sorgi e o jovem Thiago Wild, de 17 anos, são os outros representantes de simples e podem estrear na Copa Davis. João Zwetsch deve optar por um dos dois com base nos treinamentos da semana em Santo Domingo. "O primeiro dia foi legal, já deu para identificar mais ou menos como será o jogo aqui, as condições estão rápidas, bola, quadra, mas estamos no nível do mar, então acaba que fica uma condição boa. Conversei bastante com o João sobre esse estilo de jogo e estou trabalhando para me preparar para o possível confronto", contou Sorgi.

Thiago Wild, que disputou a chave juvenil do Aberto da Austrália na semana passada, também avaliou as condições. "A quadra está bem rápida, as condições estão bem rápidas comparadas à Austrália, mas temos bastante tempo para nos adaptarmos. Será um confronto duro, ainda mais jogando fora de casa, com torcida contra, mas isso só nos motiva mais. Acho que as vibrações para a semana são positivas e que dá para sair com a vitória", projetou o tenista, que é o oitavo colocado no ranking mundial juvenil da ITF.

João Zwetsch também enalteceu o dia de treinamento no país caribenho. "O dia foi bom, dia de adaptação, primeiro contato com a quadra, com a bola, as condições estão mais rápidas do que a gente pensava, mas foi um bom dia de treino. A adaptação começou a acontecer melhor no treino da tarde e ao longo da semana vamos trabalhar em cima disso. Mas está legal, bom de jogar, o clima está quente. Agora é dar um polida dia após dia para a hora do jogo", avaliou.

Os dois duplistas, Marcelo Melo e Marcelo Demoliner, que estavam em Melbourne para a disputa do Aberto da Austrália, chegaram nesta segunda-feira em Santo Domingo e também já iniciaram os treinamentos junto com o técnico Daniel Melo.

Se a equipe brasileira vencer a República Dominicana, vai encarar em abril quem sair do duelo entre Colômbia e Barbados para tentar uma vaga no playoff para o Grupo Mundial da Copa Davis.

Mais conteúdo sobre:
Thiago Monteiro Copa Davis tênis

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.