Brasil Open de 2004 será em fevereiro

O Brasil Open, o principal torneio do País, irá fazer parte do circuito latino no próximo ano, como confirmou a Associação dos Tenistas Profissionais (ATP), na divulgação do calendário para o ano olímpico de 2004. Assim, o torneio brasileiro - que este ano ainda será disputado entre 6 a 14 de setembro na Costa do Sauípe - passará para fevereiro em quadras de saibro. O circuito latino começa em Viña Del Mar, no Chile, em 9 de fevereiro, segue dia 16 para Buenos Aires; de 23 a 29 será jogado o Brasil Open; e a partir de 1.º de março em Acapulco, no México. Com este novo formado, o torneio brasileiro tende a ter ainda maior importância e interesse, pois não ficará numa semana isolada, como acontece atualmente. O calendário do tênis para 2004 terá ainda de se adaptar ao Jogos Olímpicos, com o torneio em Atenas sendo jogado de 15 a 22 de agosto. A ATP terá um total de 65 competições, com 45 International Series, nove Gold Series; e outros nove Masters Series, além da Copa das Nações e o Masters Cup. O tênis no próximo ano ainda terá como novidade uma chave maior para Indian Wells, com 96 jogadores, exatamente como é atualmente Miami, além das competições mais importantes como os quatro Grand Slams e os confrontos da Copa Davis. Para o Brasil Open, este ano mesmo fora do circuito latino, a competição terá bons jogadores na chave principal. A lista completa tem o alemão Rainer Schuettler, número 8 da ATP; o holandês Sjeng Schalken, 12; Guga, 13; o chileno Fernando Gonzalez, 14; o argentino Mariano Zabaleta, 29; Vince Spadea, EUA, 31; Juan Ignacio Chela, Argentina, 37; Guillermo Cañas, Argentina, 58; Flávio Saretta, Brasil, 59; Mário Ancic, Croácia, 74; Nicolas Kiefer, Alemanha, 75; Kenneth Carlsen, Dinamarca, 76; Magnus Norman, Suécia, 77; Brian Vahaly, EUA, 80; Davide Sanguinetti, 88; Mariano Puerta, 98; Gregory Carraz,, França, 100; Werner Eschauer, Áustria, 101; Cyril Saunier, França, 102; Ivan Miranda, Peru, 108; Wesley Moodie, África do Sul, 110; e Frederico Browne, Argen tina, 116. A chave principal ainda terá três wild cards - convidados - quatro jogadores do qualifying e duas vagas reservadas para casos especiais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.