Brasil Open deve continuar no Sauípe

Tudo indica que o Brasil Open, o principal torneio de tênis do País, continuará sendo disputado na Costa do Sauípe, na Bahia. A mudança de data da competição, passando de setembro para fevereiro para integrar o Tour Latino do circuito mundial, ao lado de Viña del Mar (Chile), Buenos Aires (Argentina) e Acapulco (México), complicou a vida dos organizadores. Os principais empecilhos são a coincidência de datas com o Carnaval e a mudança de piso, de cimento para saibro.A Octagon Koch Tavares, que organiza o Brasil Open, está negociando com a ATP e com os hotéis da Costa do Sauípe, como informou nesta sexta-feira o diretor da empresa Fernando von Oertzen. Primeiro, espera conseguir que a data da final seja antecipada para sábado, ao invés do tradicional domingo. Com isso, facilitaria a saída de jogadores para o torneio seguinte, em Acapulco, e também dos pacotes de hospedagem. Um dos problemas que ainda incomodam é o transporte aéreo para Salvador, principalmente por ser na época do Carnaval. Para isso, a organização busca um acordo com a TAM, a companhia aérea oficial do torneio, na tentativa de realizar vôos fretados. Para fazer a mudança de piso, a Octagon já mandou técnicos especializados da Lisonda para a Costa do Sauípe. Não será necessário a transformação de todas as quadras do complexo, mas o saibro é uma superfície que exige cuidados especiais, como, por exemplo, uma constante e abundante irrigação.Apesar de todas estas providências, a Octagon ainda não oficializou a Costa do Sauípe como a sede do torneio do próximo ano, mas não será surpresa se o anúncio sair dentro de alguns dias.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.