Brasileiros são eliminados em estreia pelo Brasil Open

Marcos Daniel e Rogério Dutra Silva perderam Rui Machado e para Nicolás Massú, respectivamente

AE, Agencia Estado

09 de fevereiro de 2010 | 21h21

O segundo dia de disputas pela chave principal do Brasil Open não começou bem para os tenistas brasileiros. Nesta terça-feira, dois deles foram eliminados logo na estreia do torneio disputado na Costa do Sauipe, e que vale 250 pontos ao campeão no ranking da ATP. Mesmo sendo um especialista no saibro, Marcos Daniel acabou derrotado, assim como Rogério Dutra Silva.

A derrota mais sentida foi a de Daniel, número 2 do País e 89.º colocado no ranking mundial. Ele caiu para o português Rui Machado, que vinha do qualifying. Em 2h08, o brasileiro perdeu por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 7/6 (7/3). Com isso, o tenista manteve o mau momento neste início de ano.

Em 2010, já foram quatro derrotas, sendo que Daniel vem de oito resultados negativos seguidos. Mesmo assim, o brasileiro confia que possa melhorar no ano. "Estou batendo legal na bola, mas isso não basta, porque estou mexendo muito com minha própria cabeça", disse Daniel. "Estou irregular, mas sei o que tenho de fazer e vou continuar trabalhando. O negócio é tentar sair logo desta."

Dutra Silva, por sua vez, chegou a batalhar por quase três horas contra o chileno Nicolás Massú, mas perdeu por 2 sets a 1, com parciais de 6/4, 3/6 e 6/4. "Perdi o jogo nos detalhes, foram duas bolas que decidiram o terceiro set", afirmou o brasileiro após a derrota. "Estou jogando bem desde o começo do ano, me sinto no caminho certo", completou o número 308 do mundo.

Nas oitavas de final do Brasil Open, Machado enfrentará o russo Igor Andreev. Quarto cabeça de chave, Andreev venceu fácil o italiano Potito Starace, com um duplo 6/2. Já Massú espera o vencedor do confronto entre o espanhol Juan Carlos Ferrero, primeiro favorito do torneio, e o argentino Eduardo Schwank.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.