REUTERS/ Lucy Nicholson
REUTERS/ Lucy Nicholson

Bronze na Olimpíada de Tóquio, Luisa Stefani passa por cirurgia no joelho

Tenista brasileira se lesionou durante as semifinais do US Open e precisou abandonar a competição

Redação, Estadão Conteúdo

27 de setembro de 2021 | 16h03

Após se lesionar na semifinal de duplas do US Open, a tenista Luisa Stefani foi submetida a uma cirurgia no joelho direito nesta segunda-feira, em Chicago, nos Estados Unidos. De acordo com sua equipe, a operação foi bem-sucedida e a atleta de 24 anos já recebeu alta.

A cirurgia aconteceu 17 dias após a lesão sofrida durante o tie-break do primeiro set. Stefani precisou deixar a quadra numa cadeira de rodas. A brasileira, em seu melhor momento da carreira até agora, e a canadense Gabriela Dabrowski eram favoritas para chegar à final.

Nos últimos dias, Stefani fez fisioterapia para se preparar para o procedimento, em que o médico Jorge Chahla corrigiu o ligamento cruzado anterior, rompido naquela partida nos EUA. Chahla já operou o argentino Juan Martín del Potro, ex-número três do mundo.

"A cirurgia foi um sucesso, deu tudo certo. Joelho imobilizado e pronto para melhorar. Gostei muito da equipe e já comecei a fazer a fisioterapia", comentou Luisa, que não apontou uma previsão para o seu retorno. Mas esse tipo de lesão costuma deixar os atletas ao menos seis meses afastados das suas atividades.

A brasileira recebeu alta nesta segunda mesmo e agora vai retomar as sessões de fisioterapia, em Chicago mesmo. Ela ficará ao menos uma semana na cidade onde foi operada, antes de voltar para Tampa, na Flórida, onde mora.

Atual número 13 do mundo nas duplas, Stefani vivia o auge de sua carreira até se lesionar. Ela havia conquistado a primeira medalha olímpica do Brasil no tênis, ao lado de Laura Pigossi, no Japão. E, no embalo do bronze, foi campeã no WTA 1000 Montreal, seu maior título. Foi ainda vice-campeã no WTA 1000 Cincinnati e no WTA 500 San Jose, ambos nos Estados Unidos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.