Realls/ATP
Realls/ATP

Bruno Soares e Jamie Murray vencem de virada e avançam à final em Barcelona

A dupla vai buscar seu segundo título na temporada em decisão contra os colombianos Juan Sebastian Cabal e Robert Farah

Redação, Estadao Conteudo

27 de abril de 2019 | 16h14

O brasileiro Bruno Soares e o britânico Jamie Murray estão na final da chave de duplas do ATP 500 de Barcelona, disputado em quadras de saibro na Espanha. De forma emocionante, os dois derrotaram de virada a parceria formada pelo sul-africano Raven Klaasen e pelo também britânico Joe Salisbury por 2 sets a 1 - com parciais de 4/6, 6/3 e 11 a 9 no match tie-break - e jogam pelo segundo título da temporada de 2019 - foram campeões do ATP 250 de Sidney, na Austrália, em janeiro.

Cabeças de chave número 2 em Barcelona, Soares e Murray já haviam obtido boa campanha no saibro de Montecarlo, no Principado de Mônaco, na semana passada, quando atingiram as semifinais do Masters 1000. Neste domingo, a decisão será contra os colombianos Juan Sebastian Cabal e Robert Farah, que também sofreram para derrotar de virada os espanhóis Pablo Carreno Busta e Feliciano Lopez por 2 sets a 1 - com parciais de 4/6, 6/2 e 12 a 10 no match tie-break.

"Depois de algumas semanas complicadas, no piso que a gente gosta e joga bem, no tour dos Estados Unidos, na temporada que geralmente é mais difícil pra gente, estamos conseguindo jogar bem e embalamos. Fizemos semi em Montecarlo e agora três grandes jogos aqui para chegar na final. Pegamos uma chave duríssima e estamos a um jogo do título. Vamos com tudo e espero que a gente consiga render o mesmo que nos últimos dias para fechar a semana com chave de ouro", disse Bruno Soares.

O brasileiro jogará pelo segundo título em Barcelona, tendo sido campeão em 2013 ao lado do austríaco Alexander Peya, seu antigo parceiro de duplas. Bruno Soares também joga pelo 31.º troféu de sua carreira, na 59.ª final que disputa no circuito profissional.

Bia Haddad

A brasileira Beatriz Haddad Maia estreou com vitória no qualifying do Torneio de Praga, na República Checa. Cabeça de chave 4, Bia bateu neste sábado a tenista local Barbora Stefkova, 238.ª do mundo, por 2 sets a 0 - com parciais de 6/4 e 6/2 - e avançou à segunda rodada do qualificatório da competição disputada no saibro.

"Saquei muito acima do que eu vinha sacando, não dei uma dupla falta, muito primeiro saque. Consegui jogar bem com meu forehand e usei bastante as paralelas. Foi muito bom", avaliou Bia Haddad.

Na próxima rodada, neste domingo, a brasileira terá pela frente a suíça Jil Teichmann, que venceu na estreia a búlgara Viktorya Tomova por 6/4 e 7/6 (7/2). No retrospecto entre as duas, Bia Haddad tem a vantagem de duas vitórias contra uma da rival.

"Já joguei contra ela em momentos difíceis, na final de um challenger de US$ 100 mil (Cagnes-Sur-Mer) e em Roland Garros. Ela gosta bastante de jogar no saibro, mas confio bastante em mim. Estou jogando bem, vindo de boas semanas e vamos que vamos", afirmou a tenista número 1 do Brasil e 124.ª do ranking, que ainda precisa de mais duas vitórias para entrar na chave principal em Praga.

Tudo o que sabemos sobre:
Bruno SoaresJamie Murray

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.