Bruno Soares e Peya vencem e miram irmãos Bryan nos Estados Unidos

Brasileiro garantiu vaga na semifinal do torneio de duplas em Memphis

AE, Agência Estado

22 de fevereiro de 2013 | 09h38

MEMPHIS - Campeão de duplas em Auckland, em janeiro, e depois do Brasil Open, encerrado no último domingo, em São Paulo, Bruno Soares garantiu vaga na semifinal do torneio de duplas do ATP 500 de Memphis. Atuando ao lado do austríaco Alexander Peya, com o qual se sagrou campeão na capital paulista, o brasileiro avançou ao derrotar o norte-americano Eric Butorac e o australiano Paul Hanley por 2 sets a 0, com parciais de 6/4 e 6/2.

Cabeças de chave número 4 da competição norte-americana, Soares e Peya agora já esperam por um provável duelo contra os irmãos Mike e Bob Bryan, principais duplistas do mundo, que nesta sexta-feira enfrentarão nas quartas de final a parceria formada pelo mexicano Santiago Gonzalez e o norte-americano Scott Lipsky.

Soares vem embalado de uma sequência de 12 vitórias em 13 partidas nesta temporada, sendo que foi campeão de duplas em Auckland atuando ao lado do britânico Colin Fleming, antes de fazer parceria vitoriosa com Peya no Brasil Open.

E, antes de jogar o torneio nacional, Soares ainda brilhou ao lado de Marcelo Melo em histórica vitória justamente sobre Mike e Bob Bryan, nos Estados Unidos, no duelo que o Brasil travou com a equipe norte-americana em sua volta ao Grupo Mundial da Copa Davis. Naquela ocasião, os brasileiros venceram por 3 sets a 2 e mantiveram o País vivo na melhor de cinco jogos do confronto entre as duas nações.

A vitória obtida na rodada noturna de jogos da última quinta-feira, nos Estados Unidos, foi conquistada em apenas 58 minutos por Soares e Peya. Juntos, eles aproveitaram quatro de sete chances de quebrar o saque de Butorac e Hanley, que só converteram um de cinco break points em todo o jogo. O brasileiro e o austríaco ainda ganharam 80% dos pontos que disputaram quando encaixaram o primeiro serviço.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.