Divulgação
Divulgação

Bruno Soares exalta recuperação de Peya antes do ATP Finals de Londres

Depois de título na Espanha, tenistas estão confiantes para torneio que reúne as oito melhores duplas

AE, Agência Estado

28 de outubro de 2013 | 15h44

PARIS - Motivado pelo título do ATP 500 de Valência, Bruno Soares comemorou a boa recuperação do parceiro Alexander Peya às vésperas do ATP Finals, que será disputado em Londres, na próxima semana. Para o brasileiro, o título conquistado na Espanha, domingo, aumenta a confiança da dupla para o torneio que reunirá as oito melhores parcerias da temporada. "Com o Alex voltando de lesão e recuperando o ritmo, nós realizamos um jogo de alto nível e salvamos quatro match-points em uma hora muito importante. Esta vitória vem para nos estimular de olho nos próximos dois eventos, que serão muito importantes. Que consigamos fechar a temporada com chave de ouro", festejou Soares.

Peya chegou a ficar cerca de um mês afastado das quadras para tratar uma lesão nas costas. O austríaco iniciou o tratamento logo após a final do US Open e voltou a entrar em quadra no Torneio de Viena, quando a dupla foi eliminada logo no segundo jogo. Uma semana depois, Soares e Peya já levantavam o troféu de Valência.  O triunfo devolveu a confiança à dupla principalmente em razão das circunstâncias. Brasileiro e austríaco chegaram ao título com uma grande vitória sobre os melhores duplistas do mundo, os irmãos Bob e Mike Bryan. "Estou extremamente feliz, pois foi mais uma vitória, a manutenção de um título importante como esse ATP 500 de Valência e em cima da melhor dupla, o que torna este momento muito especial", comemorou Soares.

Embalados, Soares e Peya voltam à quadra nesta semana para a disputa do Masters 1000 de Paris. Eles devem estrear na quarta-feira contra o vencedor do confronto entre Treat Huey/Dominic Inglot e Fabio Fognini/Andreas Seppi.

Tudo o que sabemos sobre:
tênisBruno SoaresAlexander Peya

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.