Divulgação
Divulgação

Bruno Soares fatura a 2ª vitória do dia e vai à decisão de Cincinnati

Brasileiro e britânico vão enfrentar colombianos na final

Estadão Conteúdo

18 Agosto 2018 | 22h32

Em um cansativo sábado, Bruno Soares precisou vencer duas partidas no mesmo dia para chegar à final da chave de duplas do Masters 1000 de Cincinnati, nos Estados Unidos. Ele e o escocês Jamie Murray precisaram entrar em quadra duas vezes neste sábado em razão dos atrasos na programação do torneio ao longo da semana, por conta da chuva.

Soares começou o dia vencendo o compatriota Marcelo Melo e o polonês Lukasz Kubot por 2 sets a 1, com parciais de 7/5, 6/7 (6/8) e 10/6. Poucas horas depois, brasileiro e britânico voltaram à carga ao vencerem o holandês Jean Julien Rojer e o romeno Horia Tecau em mais um duelo de três sets, com parciais de 6/7 (7/9), 6/2 e 10/6.

Mas o esforço valeu a pena. Com as duas vitórias, Soares garantiu vaga na maior final da dupla na temporada até agora. "Foi um dia duríssimo, com duas grandes vitórias, enfrentando duas duplas do mais alto nível e ganhando em dois super tie-breaks. Agora estamos em mais uma final de Masters 1000. Foi um dia extremamente positivo pra gente, em um lugar que já jogamos bem no ano passado e que nos proporciona esses momentos legais", comentou Soares.

Vice-campeões em Cincinnati no ano passado, Soares e Murray vão disputar a quinta final da dupla neste ano. Eles somam dois títulos e dois vice-campeonatos em 2018. Foram campeões em Washington, há duas semanas, e também em Acapulco. E ficaram com o vice em Doha e Queen's.

Em Cincinnati, eles tentam conquistar o primeiro título de Masters 1000 da dupla (têm três vices), que já ganhou junta dois Grand Slams. No domingo, a final será disputada contra os colombianos Juan Sebastian Cabal e Robert Farah, que avançaram na chave ao eliminaram o alemão Philipp Kohlschreiber e o espanhol Fernando Verdasco por 7/6 (7/5) e 6/4.

"Amanhã [domingo] vamos jogar em busca deste título. Vamos tentar repetir o título de Washington e conseguir o nosso primeiro título de Masters 1000 como dupla. Nós estamos jogando bem, com confiança e principalmente jogando bem nos momentos importantes. Precisamos colocar isso em prática amanhã", comentou o brasileiro.

Individualmente, Soares busca o 29º título da carreira em sua 56ª final. Depois da decisão deste domingo, a dupla vai concentrar suas atenções na preparação final para o US Open, que terá início no dia 27, em Nova York.

 

 

Mais conteúdo sobre:
tênisBruno Soares

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.