Reprodução/Twitter/RioOpenOficial
Reprodução/Twitter/RioOpenOficial

Bruno Soares lamenta derrota no Rio Open, mas exalta 'boa campanha'

Brasileiro e Jamie Murray perderam para Fernando Verdasco e David Marrero por 2 sets a 0 na semifinal

Estadão Conteúdo

24 de fevereiro de 2018 | 12h22

O Brasil ficou sem representantes na reta final do Rio Open na última sexta-feira, com a derrota de Bruno Soares e Jamie Murray nas semifinais das duplas. O brasileiro e o britânico caíram diante dos espanhóis David Marrero e Fernando Verdasco por 2 sets a 0, com duplo 6/4.

+ Thiago Monteiro recebe convite e disputará chave principal do Brasil Open

+ Confira mais notícias de tênis

Apesar da surpreendente queda, os cabeças de chave número 2 consideraram a campanha positiva no Rio. "Mais uma vez batemos na trave, mas considero que fizemos uma boa campanha, uma semifinal num ATP 500", declarou Soares.

O brasileiro considerou que Verdasco não foi prejudicado pelo cansaço, já que havia atuado momentos antes pelas quartas de final do torneio de simples. Afinal, o espanhol venceu e foi às semifinais, chegando embalado para o confronto com Soares e Murray.

"Quando um jogador vence como ele (Verdasco) fez hoje nas simples, chega embalado para o segundo jogo. E o Marrero também esteve muito bem, devolvendo todas. Além disso, o saque do Jamie não entrou como deveria", avaliou.

Tudo o que sabemos sobre:
tênisRio OpenBruno Soares

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.