Bruno Soares mira ATPs no Brasil após cair na Austrália

Tenista foi eliminado na chave de duplas mistas ao lado de Garrigues nesta quarta-feira

AE, Agência Estado

22 de janeiro de 2014 | 16h38

MELBOURNE - Bruno Soares se tornou nesta quarta-feira o último brasileiro a ser eliminado de uma disputa envolvendo tenistas do País no Aberto da Austrália. Após cair na chave masculina de duplas, ele deu adeus à disputa das parcerias mistas do Grand Slam realizado em Melbourne. Atuando ao lado da espanhola Anabel Medina Garrigues, acabou superado pela chinesa Jie Zheng e pelo norte-americano Scott Lipsky, que venceram por 2 sets a 1, de virada, com parciais de 3/6, 6/4 e 10/7.

O duelo foi válido pelas quartas de final, sendo que na chave de duplas masculinas do Aberto da Austrália Soares foi eliminado na terceira rodada ao lado do austríaco Alexander Peya. Eles caíram diante dos franceses Michael Llodra e Nicolas Mahut.

Após o confronto desta quarta, porém, o brasileiro já começou a projetar os dois torneios do circuito profissional que ocorrerão em solo nacional no próximo mês, quando o calendário prevê a disputa do Rio Open, ATP 500 marcado para começar no dia 17, e o Brasil Open, ATP 250 que será iniciado uma semana depois.

"Agora dois voos de 14 horas pra chegar no Brasil. Descansar e treinar bastante pra arrebentar nos torneios do Brasil", escreveu Bruno Soares, por meio de sua página no Twitter, pouco depois de ter lamentado na rede social a derrota desta quarta-feira. "Fala, turma. Hoje infelizmente não deu, jogo duro que escapou no detalhe. Mérito deles (Zheng e Lipsky), que jogaram superbem no final", disse o brasileiro, hoje um dos principais duplistas do mundo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.