Bruno Soares vai à final do Masters 1000 de Montecarlo em duplas

Brasileiro e argentino Juan Ignacio Chela venceram Rohan Bopanna e Aisam Qureshi

AE, Agência Estado

16 de abril de 2011 | 17h07

Como Marcelo Melo sofreu uma lesão no tornozelo, Bruno Soares teve que procurar um novo parceiro para disputar o Masters 1000 de Montecarlo. E se saiu melhor do que o usual. Ao lado do argentino Juan Ignacio Chela, se garantiu neste sábado na final do torneio de duplas em Mônaco.

Na semifinal em Montecarlo, eles venceram Rohan Bopanna (Índia)/Aisam Qureshi (Paquistão), vice-campeões do US Open, por 2 sets a 1 com parciais de 6/2, 6/7 (7/4) e 10/7. Na final, eles pegam os melhores do mundo, os irmãos norte-americanos Bob e Mike Bryan.

Vigésimo oitavo melhor duplista do mundo, Soares leva o Brasil a uma final de Masters depois de oito anos. A última vez havia sido com Gustavo Kuerten, em Indian Wells, em 2003, jogando simples. O último título, também com Guga, foi em 2001, em Cincinnati.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.