Alkis Konstantinidis/Reuters
Alkis Konstantinidis/Reuters

Calderano perde final no Aberto do Catar, mas fatura prata inédita no tênis de mesa

Brasileiro já havia feito história ao vencer o 1º e o 4º melhores do mundo, e cai para o chinês Fan Zhendong, atual 2º do ranking

Estadão Conteúdo

11 Março 2018 | 12h34

O mesa-tenista brasileiro Hugo Calderano perdeu neste domingo a decisão do Aberto do Catar do Circuito Mundial. Depois de fazer história ao despachar favoritos ao título, ele perdeu para o chinês Fan Zhendong, número 2 do mundo, por 4 sets a 0, com parciais de 13/11, 12/10, 11/7 e 11/7.

+ Calderano supera chinês e faz história ao ir à final do Aberto do Catar

Foi a primeira vez na história que Calderano chegou a uma final de um evento de nível Platinum, o mais alto do esporte. Na atual temporada, sua melhor marca havia sido a semifinal no Aberto da Hungria, quando terminou com o bronze.

Apesar de não ter conseguido erguer o troféu neste domingo, o vice-campeonato veio com feitos inéditos na carreira do brasileiro. Ao longo da competição ele venceu nomes de peso da modalidade, como o atual líder do ranking, o alemão Timo Boll, o chinês Lin Gaoyuan, número 4 do mundo, e o garoto chinês de 14 anos, Tomokazu Harimoto, 12º do mundo.

O segundo lugar deve levar o brasileiro ao Top 10 do ranking mundial. Com o título em Doha, Fan, de 21 anos, assumirá a liderança. E o chinês não teve vida fácil neste domingo. Calderano começou surpreendendo o adversário e chegou abrir 8 a 2 de vantagem.

Fan, no entanto, manteve a calma, conseguiu reagir e a partida seguiu disputada ponto a ponto. O brasileiro teve uma chance de vencer o set inicial, mas desperdiçou e levou a virada. No segundo, Fan fechou sem sustos em 12/10. A partir daí, o chinês passou a ter o controle do jogo e venceu os sets seguintes sem muita dificuldade em duplo 11 a 7.

Mais conteúdo sobre:
Hugo Calderano tênis de mesa

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.