Suzanne Plunkett/Reuters
Suzanne Plunkett/Reuters

Campeã de Wimbledon, Marion Bartoli anuncia aposentadoria das quadras

Atleta chora e revela decisão após a eliminação na segunda rodada do Torneio de Cincinnati

AE-AP, Agência Estado

15 de agosto de 2013 | 09h17

CINCINNATI - A francesa Marion Bartoli, atual campeã de Wimbledon, decidiu se aposentar do tênis por causa de lesões e anunciou a sua saída das quadras na noite de quarta-feira, logo após ser eliminada na segunda rodada do Torneio de Cincinnati, nos Estados Unidos. Sob lágrimas, ela revelou a sua decisão, menos de dois meses após conquistar o mais importante título da sua carreira em Londres, quando já convivia com as dores.

"Meu corpo estava realmente começando a desmoronar e eu não podia perder cabeça, e tinha que superar a dor, muita dor, em Wimbledon e ver o que acontecia", disse a francesa, de 28 anos. "Eu tenho jogado por um longo, longo, longo tempo, já é hora para mim. É assim", disse.

Bartoli chegou para a disputa de Wimbledon como a cabeça de chave número 15, mas conseguiu conquistar o título no All England Club ao derrotar a alemã Sabine Liscki na decisão no dia 6 de julho. Menos de dois meses depois, ela foi eliminada no Torneio de Cincinnati, na noite de quarta, ao perder para a romena Simona Halep por 2 sets a 1, com parciais de 3/6, 6/4 e 6/1, chamou o seu pai e tomou a decisão de deixar o tênis.

Bartoli tem sofrido com lesões em seu pé esquerdo, tornozelo direito, coxa direita e tendão de Aquiles. Ele disse que cada parte do seu corpo doía quando ele estava na quadra na quarta, e vem sendo assim por algum tempo. "Me dói todo o corpo depois de 45 minutos ou uma hora de jogo", disse. "Venho fazendo isso há muito tempo. E sim, é simplesmente o mais sábio para o corpo, já não posso fazê-lo mais", completou a francesa.

A jogadora francesa alcançou o seu lugar mais alto no ranking da WTA no início da temporada 2012, quando atingiu o sétimo lugar, mas nunca havia vencido um torneio do Grand Slam. A conquista de Bartoli veio em seu 47º Grand Slam, a maior quantidade de torneios disputados por uma jogadora até vencer pela primeira vez um dos quatro principais campeonatos do tênis. Depois desse título, voltou a atingir o sétimo lugar na lista.

Quando a alegria daquele momento acabou, a dor voltou e ela passou a ponderar sobre o fim de sua carreira. A derrota na quarta, então a levou a tomar a decisão de parar, enquanto sofria com as dores no tendão de Aquiles, no quadril, nos ombros e costas. "Você sabe, todo mundo vai lembrar do meu título de Wimbledon", disse. "Ninguém vai se lembrar do último jogo que joguei aqui".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.