Sergio Perez/Reuters - 7/5/2010
Sergio Perez/Reuters - 7/5/2010

Cansado, Bellucci revela que quase desistiu do Masters de Roma

Derrotado pelo italiano Paolo Lorenzi, 148.º do mundo, por 2 a 0, brasileiro quase desistiu de jogar em Roma, após a grande campanha na Espanha

AE, Agência Estado

10 de maio de 2011 | 16h31

ROMA - Thomaz Bellucci atribuiu ao cansaço a derrota na estreia no Masters 1000 de Roma, nesta terça-feira, após alcançar a inédita semifinal em Madri na semana passada. O brasileiro revelou que a exaustão, depois da grande campanha na Espanha, quase o fez desistir de jogar no saibro italiano.

"Estes dois dias não foram suficientes para me recuperar. Acordei hoje sem energia, pensei até em não jogar. Tentei ficar firme no primeiro set, mas o Larri (Passos, treinador) pediu para que eu ficasse no jogo e tentasse ir ao meu limite. Dei o máximo dentro de quadra, mas realmente me faltou energia", afirmou, após a derrota para o italiano Paolo Lorenzi, 148.º do mundo, por 7/6 (7/5) e 6/3.

Bellucci vinha embalado por grandes vitórias na semana passada, quando derrubou dois tenistas top 10 e só parou na semifinal. Foi derrotado pelo invicto Novak Djokovic, campeão do torneio. Sua boa campanha o alçou à 22.ª posição do ranking da ATP.

"Fico triste, Roma é um torneio lindo e tenho certeza que ainda vou voltar e jogar bem aqui. Não é fácil sair domingo de um torneio depois de muito desgaste. Tenho que me acostumar a essas circunstâncias... Estou com muita confiança nos meus golpes. Sei como jogar com diferentes jogadores. Agora é descansar uns dias e pegar duro para Paris", disse Bellucci.

Depois da eliminação na estreia, o brasileiro seguirá na Europa, onde dará sequência a sua preparação para Roland Garros. O segundo Grand Slam do ano terá início no dia 22 deste mês, na capital francesa.

Veja também:

link Bellucci cai diante de azarão logo na estreia em Roma

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.