Nathan G./Efe
Nathan G./Efe

Capitão se diz surpreso com a eliminação brasileira na Copa Davis

João Zwetsch admitiu que não esperava ver o Brasil fora do Grupo Mundial de novo

AE, Agência Estado

19 de setembro de 2010 | 14h23

CHENNAI - Os jogadores e o capitão João Zwetsch revelaram desapontamento com a chance perdida de recolocar o tênis brasileiro na elite da Copa Davis. Depois de abrir 2 a 0 no confronto com a Índia, em Chennai, a equipe perdeu os três jogos finais da repescagem, apesar do favoritismo. Zwetsch admitiu que não esperava ver o Brasil fora do Grupo Mundial por mais um ano.

Veja também:

link Bellucci abandona, Mello perde e Índia vence Brasil na Davis

"Foi uma derrota de uma certa maneira inesperada. Nos preparamos muito durante a semana, viemos preparado pra tudo o que iríamos encontrar aqui, mas infelizmente no confronto não conseguimos conquistar o terceiro ponto. Temos de tirar lições daqui para as próximas vezes. O Bopanna aqui foi surpreendente, claro. Temos de estar sempre preparados para momentos como este. É importante ressaltar que nossa equipe aqui fez o máximo que podia. Agora é pensar pra frente", afirmou.

Neste domingo, Thomaz Bellucci abandonou a partida contra o indiano Somdev Devvarman durante o segundo set, após perder a primeira parcial. O melhor tenista brasileiro no ranking da ATP tentou justificar a sua decisão. "Estava com dificuldades de respirar desde o tie-break. Estava fraco e sem energia, tentei até onde pude, mas não consegui seguir no jogo mais", disse.

No jogo decisivo, Ricardo Mello foi derrotado por Rohan Bopanna por 3 sets a 0. O brasileiro admitiu que demorou para entrar no ritmo do jogo, o que foi decisivo para o seu revés. Ele se declarou decepcionado por não conseguir colocar o Brasil na elite da Copa Davis.

"Foi um jogo duro. Acabei tendo de me preparar rápido ali depois que o Bellucci se retirou, acabei demorando um pouco mais pra entrar mentalmente em jogo, mas foi uma pena. A gente sempre tem de tirar uma lição positiva das coisas, mas é um momento difícil, estou bastante desapontado", comentou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.