Matthew Stockman/ AFP
Matthew Stockman/ AFP

Carlos Alcaraz e Casper Ruud vencem e vão disputar o título do Masters 1000 de Miami

Final entre espanhol e norueguês será disputada no domingo, às 14h (horário de Brasília)

Redação, Estadão Conteúdo

01 de abril de 2022 | 22h48

O espanhol Carlos Alcaraz e o norueguês Casper Ruud garantiram vaga, nesta sexta-feira, para disputar, domingo, o título do Masters 1000 de Miami. Alcaraz superou o polonês Hubert Hurkacz, campeão do ano passado, enquanto Ruud passou pelo argentino Francisco Cerundolo. Será a primeira vez que os dois tenistas vão tentar o título de um torneio desta grandeza.

Aos 18 anos, Alcaraz vai disputar pela primeira vez um título de Masters 1000. Para alcançar a final, o espanhol precisou usar toda a sua habilidade durante as 2h02 de jogo para superar a força de Hurkacz. A vitória por 2 sets a 0, com um duplo 7/6 foi suada e recheada de 'largadinhas' do tenista da Espanha.

Alcaraz, 16 do mundo, é o quinto tenista mais jovem a jogar uma final de Masters 1000, só ficando atrás do norte-americano Michael Chang, do compatriota Rafael Nadal (duas vezes) e do francês Richard Gasquet. O próximo objetivo do jovem tenista é se tornar o primeiro espanhol a ganhar o torneio de Miami.

O jogo foi bastante equilibrado. No tie-break do primeiro set, Hurkacz chegou a liderar por 5 a 3, mas errou duas vezes e deu chances para o adversário se recuperar e fechar a parcial. No segundo set, o polonês voltou a falhar em momentos decisivos do tie-break, enquanto o espanhol foi regular e mereceu a vitória.

Ruud, de 23 anos, oitavo do mundo, teve mais facilidade para derrotar Cerundolo em dois sets mais dominadores: 6/4 e 6/1, em 1h34 de partida. O atleta da Noruega obteve a vitória no primeiro set, ao conseguir a quebra de serviço no décimo e último game. No segundo set, Ruud obteve duas quebras e terminou com o moral do adversário.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.