CAS deve dar veredicto sobre tenista Troicki em 4 meses

A Corte Arbitral do Esporte (CAS, na sigla em inglês) recebeu um recurso de Victor Troicki e tem como objetivo dar um veredicto sobre o caso do tenista sérvio, que não respeitou as regras antidoping, "em cerca de quatro meses". A CAS disse nesta terça-feira que Troicki não pediu para a sua suspensão de 18 meses ser congelada durante o processo, o que poderia levá-lo a ser liberado para continuar participando de torneios, incluindo o US Open.

AE-AP, Agência Estado

20 de agosto de 2013 | 09h04

A Federação Internacional de Tênis (ITF, na sigla em inglês) suspendeu Troicki no mês passado por desrespeitar as regras antidoping. Ele não realizou um exame de sangue, após ser eliminado no Masters 1000 de Montecarlo em abril, alegando estar doente. Troicki culpou um membro do controle de doping do torneio, alegando que ele lhe deu um conselho enganoso, de que só precisaria realizar o exame de urina.

Um tribunal da ITF não aplicou a pena padrão de dois anos depois de aceitar, em parte, os argumentos de que Troicki estava doente e tem medo de agulhas. Assim, o suspendeu por 18 meses, com início da pena em 15 de julho. A CAS não definiu uma data de audiência de apelação do sérvio, que estavam em 53º lugar no ranking da ATP quando foi punido.

Tudo o que sabemos sobre:
tênisCASVictor Troickidoping

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.