ATP/Divulgação
ATP/Divulgação

Chileno Garín bate italiano e é campeão do Torneio de Munique

É o segundo título do jovem tenista de 22 anos em três semanas

Redação, Estadao Conteudo

05 de maio de 2019 | 16h42

O jovem chileno Cristian Garín fez mais uma vítima neste domingo e conquistou o troféu do Torneio de Munique. Na final da competição alemã, de nível ATP 250 e disputada no saibro, o tenista de 22 anos derrotou o italiano Matteo Berrettini por 2 sets a 1, com parciais de 6/1, 3/6 e 7/6 (7/1). Foi o segundo título do chileno em três semanas - também vencera em Houston, no mês passado.

Na decisão, Garín teve a vantagem de enfrentar um rival cansado. Por causa da chuva, que afetou a programação de sábado, a semifinal de Berrettini precisou ser disputada no início deste domingo. Ele derrotou o espanhol Roberto Bautista Agut, quarto cabeça de chave, por 6/4 e 6/2 antes de encarar o chileno na final.

O triunfo selou a grande campanha do chileno em Munique. Ele fora o responsável pelas eliminações do alemão Alexander Zverev, cabeça de chave número 1 do torneio, e do também italiano Marco Cecchinato, semifinalista da última edição de Roland Garros. Garín precisou salvar cinco match points no decorrer do campeonato.

Atual 47º do mundo, Garín vai obter sua melhor posição no ranking na próxima segunda-feira, ao aparecer na 33ª colocação.

Diante do 37º do mundo, o tenista chileno oscilou no serviço e chegou a ter dez break points contra. Salvou oito deles, com aproveitamento de 59% dos pontos quando jogou com o primeiro serviço.

[Do outro lado, Berrettini disparou dez aces. Não foi o suficiente para evitar três quebras de saque na final, o que foi decisivo para o triunfo de Garín em 2h08min.

Notícias relacionadas
    Tudo o que sabemos sobre:
    tênisChristian Garin

    Encontrou algum erro? Entre em contato

    Tendências:

    O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.