Chuva leva decisão no Sauípe para domingo

Depois de uma semana sob o sol da Bahia, como se por ironia, a decisão do título do Brasil Open teve de ser interrompida por causa da chuva, quando Gustavo Kuerten vencia o argentino Agustin Calleri por 3/6, 6/2 e 1/0, sem quebra de serviço. A partida será reiniciada neste domingo, às 15 horas, para em apenas um set definir-se o campeão. O jogo estava bastante equilibrado. No primeiro set, Agustin Calleri dominou com seus saques bem colocados e golpes violentos. Guga só reagiu na série seguinte, superando um visível cansaço para impor-se na partida e levar a decisão para o terceiro set. A chuva incomodou durante boa parte do segundo set, o que irritou o tenista argentino e ajudou Guga a reagir na partida, incentivado também por uma ruidosa torcida. O juiz de cadeira Mohamed Lahyani teve de, por diversas vezes, advertir o público para controlar a situação. O clima estava favorável ao brasileiro, que vinha se recuperando no jogo, enquanto Calleri mostrava-se cada vez mais irritado e teve de, inclusive, chamar por atendimento médico, em razão de uma dor muscular na coxa direita.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.