Paul Crock/AFP
Paul Crock/AFP

Cilic derrota jovem britânico e vai à final do Aberto da Austrália

Adversário do croata no domingo sairá do confronto entre Roger Federer e Hyeon Chung

Estadão Conteúdo

25 Janeiro 2018 | 10h18

O croata Marin Cilic não deu chances para "zebra" nesta quinta-feira e eliminou o jovem britânico Kyle Edmund pelo placar de 3 sets a 0, com parciais de 6/2, 7/6 (7/4) e 6/2, garantindo sua vaga na final do Aberto da Austrália. Atual número seis do mundo, o vice-campeão de Wimbledon dominou o jogo desde o início e não deu maiores chances ao rival de 23 anos, 49º do ranking.

+ Após abandono, Nadal critica circuito: 'Não sei se estão pensando na nossa saúde'

Edmund vinha sendo a maior sensação do primeiro Grand Slam do ano até agora. Em seu caminho até a surpreendente semifinal, o britânico despachou o búlgaro Grigor Dimitrov, atual número três do mundo, e o sul-africano Kevin Anderson, vice-campeão do US Open do ano passado.

Nesta quinta, o britânico fez um bom primeiro set, mas recebeu atendimento médico ao fim da primeira parcial e caiu de rendimento no início da segunda. Mesmo assim, deu trabalho para Cilic, que, com a vitória, vai subir para o terceiro lugar do ranking da ATP, sua melhor posição da carreira.

O tenista da Croácia começou a partida melhor, com duas quebras de saque no set inicial, mas viu do outro lado da quadra um rival solto, exibindo grandes jogadas, mas não tão eficientes nos pontos mais importantes.

Após a oscilação no início da segunda parcial, Edmund equilibrou o jogo nos games finais do set e fez duro duelo no tie-break, vencido por Cilic. No terceiro set, o croata ganhou em confiança e praticamente não deu chances ao jovem adversário. Cilic terminou o jogo com 32 bolas vencedoras, contra 25 de Edmund. O croata cometeu 30 erros não forçados, diante de 35 do britânico.

Com o resultado, Cilic se tornou o primeiro croata a disputar uma final do Aberto da Austrália. No domingo, ele disputará sua terceira decisão de Grand Slam. Foi campeão do US Open em 2014 e vice de Wimbledon, no ano passado, diante do suíço Roger Federer.

Na final, Cilic poderá reencontrar o rival da Suíça. Para tanto, Federer terá que confirmar o favoritismo contra o sul-coreano Hyeon Chung. Eles vão se enfrentar nesta sexta-feira.

BRASILEIROS VENCEM 

Nas duplas mistas, Bruno Soares e Marcelo Demoliner avançaram às semifinais com suas parceiras na chave. Se vencerem seus próximos jogos, eles vão se enfrentar na decisão em Melbourne.

Soares e a russa Ekaterina Makarova derrotaram a checa Andrea Hlavackova e o francês Edouard Roger-Vasselin por 6/2, 4/6 e 13/11. Na semifinal, eles vão duelar contra a canadense Gabriela Dabrowski e o croata Mate Pavic. O brasileiro busca sua terceira final no Aberto da Austrália. Em Melbourne, ele já foi campeão nas duplas masculinas e nas duplas mistas.

Demoliner, por sua vez, jogou ao lado da espanhola Maria Martínez Sanchez. Eles superaram os locais australianos Marc Polmans e Storm Sanders por 7/5 e 6/4. Seus próximos adversários serão a húngara Timea Babos e o indiano Rohan Bopanna.

Trata-se da segunda vez que o brasileiro avança à semifinal de um Grand Slam. A primeira foi em Wimbledon, no ano passado, quando também formou dupla com a espanhola. Demoliner tenta a vaga em sua primeira final de Slam da carreira. As duas semifinais das duplas mistas serão disputadas nesta sexta-feira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.