Johannes Eisele / AFP
Johannes Eisele / AFP

Cilic e Thiem vacilam e são eliminados na estreia no Masters de Xangai

Principal favorito ao título e atual campeão Roger Federer conheceu nesta terça-feira seu rival de estreia: Daniil Medvedev

Estadão Conteúdo

09 Outubro 2018 | 12h14

O croata Marin Cilic e o austríaco Dominic Thiem aumentaram a lista de decepções no Masters 1000 de Xangai, nesta terça-feira. Os atuais número seis e sete do mundo, respectivamente, foram eliminados logo em suas estreias diante de rivais de pouca expressão no circuito.

A queda mais dolorosa foi a de Cilic, quinto cabeça de chave. O vice-campeão do Aberto da Austrália fez um duelo de saques com o rival (17 a 15 aces para o croata) e chegou a ter um match point no terceiro set, mas não conseguiu confirmar o favoritismo. Na sequência, mesmo com uma quebra de saque de vantagem, sofreu a virada e foi batido pelo placar de 2 sets a 1, com parciais de 2/6, 7/6 (8/6) e 7/5, em 2h09min.

Atual 48º do mundo, Jarry tem apenas 22 anos e ainda busca seu primeiro título de nível ATP. Ele faz sua melhor temporada na carreira até agora, com destaque para a disputa de sua primeira final, no Brasil Open, em São Paulo, em fevereiro.

Nas oitavas de final, o tenista chileno vai enfrentar o vencedor do duelo entre o britânico Kyle Edmund e o italiano Andreas Seppi. Edmund, 11º cabeça de chave do torneio, fez sua estreia nesta terça vencendo o sérvio Filip Krajinovic por 7/5 e 6/3.

Dominic Thiem, por sua vez, foi eliminado pelo australiano Matthew Ebden, 51º do ranking. Favorito, o número sete do mundo teve dificuldade para se adaptar ao piso rápido de Xangai. E acabou sendo derrotado por 2 a 1, com parciais de 6/4, 6/7 (8/10) e 7/6 (7/4), numa batalha de 2h45min. Nas oitavas, Ebden vai encarar o alemão Peter Gojowczyk, que bateu o húngaro Marton Fucsovics por 6/4, 6/7 (3/7) e 7/6 (7/5).

As quedas precoces em Xangai podem atrapalhar os planos de Cilic e Thiem, que ainda buscam a classificação para o ATP Finals. A dupla vai concentrar suas forças nos torneios das próximas semanas, com destaque para o Masters 1000 de Paris, para tentar a vaga no torneio que encerra a temporada e reúne os oito melhores tenistas do ano, em Londres, em novembro.

FEDERER CONHECE RIVAL

Principal favorito ao título e atual campeão em Xangai, o suíço Roger Federer conheceu nesta terça seu rival de estreia. Será o russo Daniil Medvedev, que venceu na rodada de abertura o local Ze Zhang por 3/6, 7/6 (9/7) e 6/4. Federer, por ser "bye", estreará direto na segunda rodada.

Ainda pela primeira rodada da competição chinesa, o georgiano Nikoloz Basilashvili manteve o embalo conquistado com o título em Pequim, no fim de semana, e superou na estreia o canadense Denis Shapovalov por duplo 6/2. Seu próximo adversário será o alemão Alexander Zverev, quarto cabeça de chave do torneio.

Já o casaque Mikhail Kukushkin passou pelo espanhol Albert Ramos-Viñolas por 6/4 e 6/2. Ele será o adversário de estreia do sul-africano Kevin Anderson, vice-campeão de Wimbledon.

Pela segunda rodada, o croata Borna Coric superou o norte-americano Bradley Klahn, algoz do australiano Nick Kyrgios, por 6/4 e 6/2. Coric eliminara na estreia o suíço Stan Wawrinka. Outras baixas de importância na rodada de abertura foram os franceses Gilles Simon e Gael Monfils e o canadense Milos Raonic, na segunda-feira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.