Clijsters abre mão de Roland Garros por último Wimbledon

A tenista belga Kim Clijsters anunciou neste domingo que não vai disputar o Torneio de Roland Garros, segundo Grand Slam da temporada, para se preparar melhor e tentar conquistar o inédito título em Wimbledon. O anúncio foi feito neste domingo, horas depois de perder a final do Torneio de Antuérpia para a francesa Amelie Mauresmo.Clijsters, que prometeu se aposentar do circuito no fim do ano, disputou Roland Garros seis vezes e teve seus melhores resultados em 2001 e 2003, quando foi derrotada na final por Jennifer Capriati e Justine Henin, respectivamente. Em Wimbledon, ela participou sete vezes e nunca foi além das semifinais, em 2003 e 2006 - derrotas para Venus Williams e, de novo, para Henin."O tempo de preparação entre Roland Garros e Wimbledon é muito curto. Como sempre tive problemas no saibro, decidi aumentar minha preparação na grama para aumentar minhas chances em Wimbledon, que é minha principal meta", avisou Clijsters. A final de Roland Garros este ano será no dia 2 de junho, e Wimbledon começa no dia 25 do mesmo mês, ou seja, serão apenas três semanas de intervalo.Clijsters, de 23 anos, é profissional desde os 16 e se diz cansada das seguidas viagens e também das lesões. Ela afirmou que, quando parar de jogar, vai se casar com o norte-americano Brian Lynch, que é ala num time de basquete da Bélgica. Até agora, o único Grand Slam na sala de troféus de Clijsters é o US Open de 2005.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.