Clijsters admite péssima atuação em derrota para russa

A belga Kim Clijters viveu um dos piores momentos de sua carreira nesta sexta-feira, em Melbourne. Depois de vencer suas duas primeiras partidas no Aberto da Austrália, ela foi massacrada pela russa Nadia Petrova em dois sets, com 6/0 e 6/1, na terceira rodada. Após a derrota, a ex-número 1 admitiu que esteve muito mal em quadra.

AE, Agencia Estado

22 de janeiro de 2010 | 11h25

"Eu estava completamente fora do jogo. Falando na linguagem do tênis, eu simplesmente não senti a bolinha. Ela jogou muito bem, mas eu cometi todos os erros possíveis, então ela nem precisou fazer tanta coisa", disse Clijsters, que sofreu sua primeira derrota em Grand Slam desde que voltou ao tênis - ela regressou com o título no US Open de 2009.

"Esse tipo de coisa a gente nunca quer que aconteça. É muito ruim que isso ocorra justamente num torneio deste porte", lamentou a belga, que jamais havia sido derrotada de forma tão acachapante desde que começou a carreira no tênis profissional, em 1997.

Petrova, atualmente 19ª colocada no ranking mundial, preferiu exaltar sua atuação em vez de comentar os erros de Clijsters. "Eu simplesmente não dei chances e ela durante todo o jogo", disse a russa, que jamais conquistou um título de Grand Slam.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.