Clijsters sofre, mas bate francesa e vai às oitavas

Número três do tênis feminino mundial, Kim Clijsters enfrentou na madrugada deste sábado (pelo horário de Brasília), sua adversária mais dura até agora no Aberto da Austrália, mas conseguiu chegar às oitavas de final. A belga, que havia perdido apenas quatro games nos dois primeiros jogos, suou para bater a francesa Alize Cornet, 80.ª colocada do ranking, por 2 sets a 0, com parciais de 7/6 (7-3) e 6/3.

AE, Agência Estado

22 de janeiro de 2011 | 10h04

Parecia que Clijsters, que chegou a fazer duplo 6/0 na estreia, contra a russa Dinara Safina, teria mais um dia fácil em Melbourne. Abriu rapidamente 3 a 1 na primeira parcial, mas Cornet reagiu e empatou. A belga voltou a retomar a dianteira e sacou para fechar em 5/4, mas teve o serviço quebrado e só ganhou no tie-break. No segundo set, enfim, a ex-número um do mundo impôs seus jogo e liquidou a fatura com tranquilidade.

A próxima adversária de Clijsters será a russa Ekaterina Makarova, num confronto inédito. A belga pode voltar à liderança da lista da WTA caso vença o torneio e veja a dinamarquesa Caroline Wozniacki, atual número um, cair antes da semifinal.

A segunda colocada do ranking também sofreu para avançar neste sábado. A russa Vera Zvonareva precisou do tie-break na segunda parcial para passar pela checa Lucie Safarova, por 6/3 e 7/6 (11-9). Sua adversária nas oitavas será outra checa, Iveta Benesova, que superou a russa Anastasia Pavlyuchenkova por 6/3, 1/6 e 7/5.

Maior esperança da Austrália, Samantha Stosur decepcionou a torcida local ao cair diante da checa Petra Kvitova por 2 sets a 0, com parciais de 7/6 (7-5) e 6/3. A última tenista da casa a conquistar o título foi Chris O''Neil, em 1978. Nas oitavas, Kvitova terá pela frente a italiana Flavia Pennetta, que bateu a israelense Shahar Peer, décima cabeça de chave, por 3/6, 7/6 (7-3) e 6/4, em 2h25 de batalha.

A polonesa Agnieszka Radwanska passou tranquilamente pela romena Simona Halep por 6/1 e 6/2 e terá pela frente a chinesa Shuai Peng, que levou a melhor no duelo asiático com a japonesa

Ayumi Morita por 6/1, 3/6 e 6/3.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.