Clijsters volta ao ranking em 19o após título do Aberto dos EUA

A belga Kim Clijsters passou de uma tenista aposentada a 19a do ranking mundial após seu espetacular retorno ao esporte com a conquista do Aberto dos Estados Unidos.

TOM PILCHER, REUTERS

14 de setembro de 2009 | 15h36

Quatorze partidas depois de pôr fim a uma ausência de dois anos das competições profissionais, Clijsters causou inveja a todos os tenistas que lutam por anos a fio para alcançar o Top 20 no ranking da WTA (World Tennis Association) atualizado nesta segunda-feira.

Clijsters, que se tornou a número um do mundo em agosto de 2003 e conquistou seu primeiro título no Aberto dos EUA quatro anos atrás, disse que não esperava progredir com tamanha facilidade.

"Mentalmente eu só tinha que dizer a mim mesma: 'Ok, Kim, você está começando da estaca zero'", disse a belga de 26 anos a repórteres após seu triunfo por 7-5 e 6-3 sobre a dinamarquesa Caroline Wozniacki, na final de domingo à noite.

Uma derrota na primeira rodada do torneio de Nova York teria colocado Clijsters como 181a. do ranking aproximadamente, disse a WTA nesta segunda-feira.

Mas após passar como uma locomotiva pelo Aberto dos EUA, desbancando as irmãs Williams no caminho, a nova mamãe do circuito apareceu entre as vinte melhores.

Clijsters tinha participação prevista em um torneio em Luxemburgo no próximo mês, mas agora, com a possibilidade de jogar o WTA Championship que encerra a temporada com as oito melhores do mundo, ela pode optar por ampliar sua agenda para subir mais no ranking.

Tudo o que sabemos sobre:
TENISCLIJSTERSABERTOEUA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.