Toby Melville/Reuters
Toby Melville/Reuters

Clube que sedia Torneio de Wimbledon anuncia doações para combater a covid-19

Entidade repassa cerca de R$ 8,5 milhões para serviços de emergência e ações de caridade no Reino Unido

Redação, Estadão Conteúdo

12 de maio de 2020 | 11h41

Sede do tradicional Torneio de Wimbledon, o All England Lawn Tennis and Croquet Club anunciou nesta terça-feira a doação de 1,2 milhão de libras (cerca de R$ 8,5 milhões) para o combate à covid-19. O valor, segundo o clube inglês, foi direcionado a serviços de emergência e ações de caridade no país.

O All England Club também informou que fez contribuições para o programa de apoio aos tenistas, que vem sendo liderado por ATP, WTA, ITF e pelos quatro torneios do Grand Slam. Os valores devem ser repassados para ajudar os jogadores masculinos e femininos de menor ranking nas próximas semanas.

"Acreditamos fortemente que Wimbledon tem a responsabilidade e a capacidade de agir como uma força para o bem", declarou o presidente do All England Club, Ian Hewitt.

O Grand Slam britânico foi cancelado neste ano justamente em razão da pandemia. O anúncio foi feito ainda em abril. Será a primeira vez desde a Segunda Guerra Mundial que Wimbledon não será realizado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.