Pedro Ivo Prates/Estadão
Pedro Ivo Prates/Estadão

Com 2 vitórias como profissional, sobrinho de Meligeni jogará quali do Rio Open

Felipe Meligeni é convidado mesmo com resultados tímidos na carreira

Estadão Conteúdo

10 Fevereiro 2017 | 21h02

Iniciando sua carreira profissional, Felipe Meligeni Alves, aos 18 anos, tem no currículo a disputa de 12 torneios, com apenas duas vitórias. Somou apenas dois pontos no ranking da Associação dos Tenistas Profissionais (ATP). O fato de ser sobrinho de Fernando Meligeni, porém, gera grande expectativa sobre o garoto, que nesta sexta-feira foi anunciado como convidado dos organizadores no qualifying do Rio Open, maior torneio de tênis da América do Sul.

"Só tenho a agradecer essa oportunidade que o Rio Open está me dando, acho que vai ser uma porta para muita coisa boa que pode vir para mim daqui para frente. Sei que vai ser muito difícil, mesmo no qualifying só vai ter jogador entre os melhores do mundo, então estou treinando bastante", contou.

Os organizadores têm direito a distribuir três convites do qualifying, de acordo com seus interesses comerciais. A primeira vaga foi para Orlando Luz, enquanto Felipe Meligeni ficou com a segunda. Como a divulgação é feita a conta-gotas, o terceiro nome ainda não foi revelado.

O jovem de 18, porém, tem chances remotas de classificação à chave principal. É o 2.072º do ranking, com um único ponto, enquanto o pior dos 13 inscritos é o 145.º. Só quatro tenistas avançam, de forma que cada um precisa de duas vitórias.

Para Felipe Meligeni será tudo novo. "Nunca joguei um quali de ATP, ainda mais ATP 500 em casa. Sei que vai ser uma energia boa, vou conseguir jogar solto, fazer meu melhor e tenho expectativa de fazer um bom jogo e, quem sabe, até mais de um, se for possível."

Notícias relacionadas
Mais conteúdo sobre:
tênis

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.