Com argentino, André Sá conquista título de duplas na Croácia

Com Maximo González, brasileiro chega ao 3º título como duplista

Estadão Conteúdo

25 de julho de 2015 | 20h24

Sem um parceiro fixo para a temporada - ao contrário do que fazem Marcelo Melo e Bruno Soares -, o brasileiro André Sá conquistou neste sábado o seu terceiro título de duplas de um torneio da ATP com um terceiro companheiro diferente. Ao lado do argentino Maximo González, o mineiro de 38 anos se sagrou campeão em Umag, na Croácia, ao bater de virada na final a dupla formada pelo polonês Mariusz Fyrstenberg e pelo mexicano Santiago González por 2 sets a 1 - com parciais de 4/6, 6/3 e 10 a 5 no match tie-break.

Em 2015, André Sá já levantou a taça com o finlandês Jarkko Nieminen, no saibro de Buenos Aires (Argentina), e com o australiano Chris Guccione, na grama de Nottingham. O título em Umag, um ATP 250, é o 10º da carreira do tenista mineiro, em 25 finais disputadas.

Em termos de ranking, André Sá deve galgar muitas posições na lista a ser atualizada nesta segunda-feira. Atual número 53 do mundo, o brasileiro voltará ao Top 50, mas ainda muito distante de sua melhor colocação, que foi a 17ª, na temporada de 2009.

 

 

Na chave de simples, o austríaco Dominic Thiem e o português João Sousa surpreenderam neste sábado os dois primeiros cabeças de chave e decidirão o torneio neste domingo. Cabeça de chave número 4, o tenista da Áustria bateu o francês Gael Monfils, maior favorito ao título, por 2 sets a 1 - com parciais de 1/6, 6/1 e 6/3, em 1 hora e 27 minutos.

Na primeira semifinal do dia, João Sousa despachou o espanhol Roberto Bautista Agut, segundo cabeça de chave, também de virada, após a realização de três sets - com parciais de 4/6, 6/2 e 6/3, em 2 horas e 19 minutos de partida.

NA SUÉCIA

O Torneio de Bastad, na Suécia, terá neste domingo um velho conhecido na final. Em busca do tri no saibro sueco, o espanhol Tommy Robredo venceu neste sábado o alemão Alexander Zverev, algoz do brasileiro Thomaz Bellucci nas quartas de final, por 2 sets a 0 (6/3 e 6/4) e jogará a decisão contra o francês Benoit Paire, que bateu o uruguaio Pablo Cuevas com as parciais de 6/4 e 6/3.

NA COLÔMBIA

Com nada menos que 23 aces, o australiano Bernard Tomic está na final do Torneio de Bogotá, na Colômbia. Neste sábado, o tenista da Austrália teve que suar bastante para derrotar o alemão Michael Berrer por 2 sets a 1 - com parciais de 6/4, 6/7 (4/7) e 7/6 (7/3). Seu rival será o francês Adrian Mannarino, que supreendeu o croata Ivo Karlovic com a vitória por 7/6 (7/5) e 7/6 (7/5).


Tudo o que sabemos sobre:
tênisAndré SáTommy Robredo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.