Com dificuldades econômicas, ATP de Bogotá é transferido para o México

Com dificuldades econômicas, os responsáveis pelo ATP 250 de Bogotá negociaram os direitos de realização do torneio de tênis com organizadores mexicanos, que vão levar a competição para a cidade de Los Cabos. Em 2016, o novo ATP mexicano será disputado entre 8 e 14 de agosto, na série preparatória do US Open, com premiação de US$ 800 mil.

Estadão Conteúdo

17 Novembro 2015 | 19h09

Os responsáveis pelo ATP de Bogotá alegaram razões econômicas para passar diante os direitos do torneio. Eles atribuíram as dificuldades à conjuntura colombiana, à dificuldade de manter os patrocinadores e à valorização do dólar, que teria aumentado em 50% os custos da competição.

A negociação de transferência do torneio aconteceu no início desta semana, em Londres, com a direção da ATP. Os colombianos haviam adquirido os direitos da competição em 2013, substituindo Los Angeles no calendário. O maior torneio realizado na Colômbia foi disputado normalmente neste ano, contando com tenistas do porte de Richard Gasquet e Bernard Tomic.

"Foi uma grande oportunidade para a Colômbia ter uma vitrine diante do mundo", disse Manuel Maté, então diretor do torneio, ao lamentar o fim do ATP de Bogotá. "Transferir a competição para Los Cabos nos causa muitos sentimentos. Mas temos certeza de que se tornará um grande acontecimento no México."

Mais conteúdo sobre:
tênisBogotáLos Cabos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.