Clive Brunskill/ AFP
Clive Brunskill/ AFP

Com dores, Andy Murray desiste de disputar Masters de Miami

Número 1 do mundo alegou um problema em seu cotovelo direito

Estadao Conteudo

18 de março de 2017 | 15h34

Atual número 1 do mundo, o tenista escocês Andy Murray anunciou neste sábado que não disputará o Masters 1000 de Miami, na próxima semana. O líder do ranking alegou dores no cotovelo direito para ficar de fora do torneio disputado nos Estados Unidos, com início marcado para quarta-feira.

"Infelizmente, por causa da lesão no meu cotovelo direito, não poderei competir em Miami neste ano", afirmou Murray, dono de dois títulos na quadra dura da cidade norte-americana. "Gostaria de pedir desculpas aos fãs porque este é um dos meus torneios preferidos. Agora vou focar no giro de saibro."

Murray não deu detalhes sobre o seu problema físico. Com duas finais e um título neste ano, o britânico vem de queda precoce no Masters de Indian Wells, que termina neste domingo. Ele caiu diante do canadense Vasek Pospisil, apenas o 129º do mundo, logo em sua estreia.

O escocês não confirmou em qual torneio retornará às quadras. Mas deve jogar o Masters 1000 de Montecarlo, que será disputado na metade de abril.

Murray pode não ser a única baixa de peso para Miami. O sérvio Novak Djokovic, número dois do mundo, revelou dores também no cotovelo direito e virou dúvida para a competição. Ele teria até deixado os Estados Unidos para consultar um médico em Mônaco, onde reside.

Tudo o que sabemos sobre:
TênistênisAndy Murray

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.